A sociologia das organizações

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6006 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Sociologia das Organizações

Pré-requisitos
Você deve compreender que, ao longo do tempo, as mudanças sociais foram ocorrendo em função de novos interesses e necessidades. Sugerimos, então, que você reveja o material da disciplina História do Pensamento Administrativo (HPA), a fim de obter um conhecimento prévio de algumas dessas mudanças.

INTRODUÇÃO

Para iniciarmos esta aula, valeenfatizar que daremos uma visão sucinta da Sociologia e sua aplicabilidade para as organizações, definindo o objeto da Sociologia Aplicada à Administração. Para tanto, serão apresentados os conceitos fundamentais empregados na Sociologia e suas relações com outras ciências, o que irá permitir que você perceba de que maneira a sociedade, a comunidade, a diversidade humana, os grupos e instituiçõessociais, são meios de alcançar a transformação. A mudança de mentalidade e de comportamento, que será objeto de estudos no decorrer desta disciplina, além de essenciais para o desenvolvimento da disciplina Sociedade e Organizações.

O SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA
As transformações econômicas, políticas e culturais ocorridas no século XVIII com as Revoluções Industrial e Francesa trouxeram muitosproblemas. A Sociologia surge, no século XIX, como forma de entender e explicar muitos desses problemas. No entanto, é necessário ressaltar, de forma muito clara, que a Sociologia é datada historicamente e que o seu surgimento está vinculado à consolidação do capitalismo moderno. Em meados do século XIX, a Sociologia surge como uma disciplina, em resposta aos desafios dos sociólogos de entenderem nãosó o que unia os grupos sociais, mas também de desenvolverem soluções para a desintegração social. O surgimento da Sociologia prende-se, em parte, aos desenvolvimentos oriundos da Revolução Industrial, pelas novas condições de existência por ela criada. A Revolução Industrial significou algo mais do que a introdução da máquina a vapor, ela representou o triunfo da indústria capitalista que foi,pouco a pouco, concentrando as máquinas, as terras e as ferramentas e mentes sob seu controle, convertendo, assim, grandes massas humanas em simples trabalhadores privados de posses e explorados. Estava aí instalada a sociedade capitalista, que foi dividida em: – sociedade de burgueses – donos dos meios de produção; – proletariados – possuidores apenas de sua força de trabalho; – funcionários doEstado e uma classe média composta de vários estratos contrários à discussão política.

Totalmente dependente da produção dos outros. O consumo para a sobrevivência tornou-se algo obrigatório. No entanto, a maioria da população trabalhadora não tinha acesso a esse consumo. À medida que a sociedade capitalista se consolidava, eram percebidos a desintegração e o isolamento de costumes e instituições. •A utilização da máquina nos processos de produção não apenas destruiu o artesão independente, mas o submeteu também a uma severa disciplina, a novas formas de conduta e de relações de trabalho. Tais modificações produziram novas realidades para o homem da época. Milhões de seres humanos sofreram com o efeito traumático provocado pelo desaparecimento dos pequenos proprietários rurais, dos artesãosindependentes, pela imposição de prolongadas horas de trabalho etc. Ainda em conseqüência da rápida industrialização e urbanização, aumentaram tragicamente a prostituição, o suicídio, o alcoolismo, o
INFANTICÍDIO, a criminalidade etc. e o papel histórico que

Um dos fatos de maior importância relacionados com a Revolução Industrial é o aparecimento do PROLETARIADO

Este desempenharia nasociedade capitalista. A revolta dos trabalhadores pôde ser percebida com a destruição das máquinas, os atos de sabotagem e explosão de oficinas e os roubos e crimes, evoluindo para a criação de associações livres, como a formação de sindicatos. PROLETARIADO
Classe trabalhadora urbana basicamente formada de operários, operadores repetitivos de máquinas.

Em 1812 um industrial conhecido como Mr....
tracking img