A sociologia compreensiva de weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Ceará
Centro de Humanidades
Departamento de Ciências Sociais
Programa de Pós-Graduação em Sociologia - Mestrado

Disciplina: Teoria Sociológica I

Professor: Cristian Paiva

Aluno: Ricardo da Silva Kaminski

A sociologia compreensiva de Max Weber

Linha de Pesquisa:
Cidade, Movimentos Sociais e Práticas Culturais.

Fortaleza – Ceará
10 de Outubro de 20121. O pensamento e a teoria sociológica de Weber: conceitos fundamentais.

O pensamento weberiano abarca e influencia diversas áreas do conhecimento, interpelando questões no âmbito da história, filosofia, sociologia, economia, psicologia social e ciência política. O principal problema para a sociologia weberiana era articular a ação individual à coletiva, os indivíduos e as relaçõessociais. Na epistemologia defendida por Weber é fundamental a distinção entre compreender e explicar. Enquanto o compreender assume uma dimensão hermenêutica, compondo uma exegese interpretativa, o explicar deve constituir um procedimento positivo cientificamente rigoroso.
Na definição do objeto, a neutralidade axiológica não cabe, mas o comprometimento ético axiológico. A busca da neutralidadeaxiológica e da objetividade cabe à pesquisa e na investigação do objeto em tela, “recortado” a partir da realidade social. A interpretação exige uma razão aberta à diferença e aberta a certo grau de irracionalidade. Já que ela é capaz de entender certo grau de irracionalidade por que é necessário certo grau de empatia com os valores subjacentes da ação social em foco. Dessa forma é fundamentalcompreender os significados e sentidos da ação individual e coletiva, elaborar um esquema interpretativo, buscando a compreensão do fenômeno e construir uma explicação.
Assim, Weber define o homem sociológico por sua subjetividade e por seu significado. A ação é entendida como uma atividade humana na medida em que pode ser percebida e interpretada por outros, que a relacionam com o sentido subjacente evisão pelo agente. Dessa forma, a teoria weberiana comporta a multiplicidade de sentidos subjetivos da ação aparentemente idêntica de indivíduos diferentes. Nesta concepção o real é inesgotável.
Na sociologia weberiana, o individuo assume um papel central na explicação sociológica. É o individuo que age e produz, mas também, e, sobretudo, consiste um ser social anterior às estruturas. Weber éconsiderado o teórico da ação e o individuo que, em sua epistemologia, assume um papel relacional, devendo ser compreendido em relação ao outro e de acordo com sua subjetividade, considerando o sentido da ação individual ou coletiva na explicação sociológica.
Para compreender uma ação é preciso conhecer o sentido que se estabelece em relação aos meios e fins visados. Segundo Weber, na interpretação daação humana, não é suficiente indicar simplesmente uma relação causal possível conforme observações empíricas “exatas”. Assim é necessário que haja interpretação que leve em consideração o “sentido” da ação (Weber, 2001). Em “Economia e Sociedade” Weber define “sentido”, conforme segue:
“Sentido” é o sentido subjetivamente visado: a) na realidade α, num caso historicamente dado, por um agente,ou β, em média e aproximadamente, numa quantidade dada de casos, pelos agentes, ou b) num tipo puro conceitualmente, construído pelo agente ou pelos agentes concebidos como típicos (Weber, 1999:4)
A compreensão de uma ação esta diretamente ligada á possibilidade de conferir sentido (em termos racionais) à ação. Processos psicofísicos (por que inconscientes) e não passiveis de serem comunicadosadequadamente em palavras “não podem ser compreendidos plenamente pelos que não tenham acesso a esse tipo de experiência” (Weber, 1999, pág.4). Weber dialoga teoricamente com Simmel e atribui a ele o mérito de ter definido e diferença entre os conceitos “compreender” (verstehen), e “entender” (begreifen):
O “entender” não inclui “revivência” interior da realidade dada, que é um dos elementos...
tracking img