A sociedade comum no codigo brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (762 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL – Q1









A SOCIEDADE EM COMUM NO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO








Disciplina de Direito e Legislação















Nomes: Raquel,Lenice, Tamires, Viviana, Simone e Vinício.






São Leopoldo, 23 de Novembro de 2010.


Feliz do homem que encontrou a sabedoria,Feliz daquele que adquirir a inteligência,
Porque mais vale este lucro que o da prata, e
O frutoque se obtém é melhor que o fino
Ouro. (Provérbios 3,13-14)









1- Introdução:




A discussão no presente trabalho e a aplicação do DireitoEmpresarial é o conjunto de normas jurídicas que regulam as transações econômicas privadas que visam à produção e a circulação de bens e serviços através de atos exercidos profissionalmente e habitualmente,com o objetivo de lucro, esta presente no vigente Código Civil Brasileiro, regulamentada no Livro II na classificação das sociedades.
Aos nós compete apresentar as Sociedades não –personificadas, são as que não gozam de personalidade jurídica, são as sociedades em comum.
O objeto deste trabalho terá como foco a exegese Sociedade em Comum – Art. 986 aos 990.
Através desseestudo, buscaremos empreender uma reflexão a cerca das questões evidentes à regularidade da Sociedade em Comum e de sua existência.











2- Desenvolvimento:





Sociedade em comum e umaatividade informal, que esta regulamentada nos artigo 986 do atual Código Civil Brasileiro, nada mais são as sociedade cujos atos ainda não foram inscritos em um dos órgãos de Registro Público – JuntaComercial e Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas.
O registro tem por finalidade dar garantia e segurança eficácia aos atos jurídicos da empresa.
A doutrina anterior...
tracking img