A semente que semeais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A SEMENTE QUE SEMEAIS, OUTRO COLHE...?

O período relativo ao início da Revolução Industrial nos fornece um quadro de enorme progresso na produção de algodão, ferro, carvão e de outrasmercadorias. De um lado a melhoria de vida para poucos. De outro, milhares de pessoas morrendo de fome. Interessante a colocação de Leo Huberman, que, se um marciano tivesse caído em uma ilha da Inglaterra,naquela época, acharia os habitantes loucos, por ver de um lado as condições dos trabalhadores e de outro a condição de poucos, vivendo como reis. Acredito que, se ele caísse hoje, sua idéia nãoseria tão diferente.
Com a utilização das máquinas, que poderiam ter tornado o trabalho mais leve, na realidade o fizeram pior. Por isso as condições dos trabalhadores eram vergonhosas. Longajornada de trabalho, de 12 a 16 horas de trabalho por dia, supervisão rigorosa de capatazes, salários absurdamente pequenos. Como mulheres e crianças poderiam cuidar das máquinas e receber menos que oshomens, deram-lhes trabalho. As condições de habitação eram péssimas, os trabalhadores moravam, muitas vezes, em porões, sem as mínimas condições de saúde. Com o advento da máquina a vapor, já não eranecessário às fabricas se localizarem junto às quedas-d?água como antes. Lugares sem importância se tornaram cidades.
E a pergunta que se colocava era: o que poderiam fazer os trabalhadores paramelhorar sua sorte? Vários métodos foram testados. Primeiro, os conhecidos como luditas, chegaram a conclusão que a máquina era a culpada pelas más condições de vida. Destruindo, queimando ouesmagando as máquinas, achavam que estavam resolvendo seus problemas. Depois foram encaminhadas algumas petições às autoridades, pedindo melhores condições de trabalho. Algumas leis foram conquistadas. Seconquistassem o direito de voto, poderiam pressionar os legisladores a fazer um governo de e para muitos, ao invés de um governo de e para poucos. Perceberam que tinham de conquistar o direito de...
tracking img