A revolucao socialista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO ALBERT ENSTEIN
Pressão atmosférica massa do ar e ventos
Luanda,2012
Agradecimentos
Agradecemos a professora Angelina pelo tema que nos foi dado ,por nos ter orientado para fazermos um trabalho bem constituído .
Agradecemos também aos leitores que gostaram do trabalho ,agradecemos imenso pelo vosso voto de confiança.
Aos nossos pais por nos terem apoiado na realização dotrabalho.






Dedicatória
Dedicamos este trabalho:
* Aos nossos pais .
* A professora Angelina.
* A todos os professores.
* Aos nossos colegas de turma.
* Ao colégio.
* A professora Teresa.
* A directora e o vice –director.
* E a nossa professora querida Helena.

Muito obrigada!Conclusão

SABENDO QUE HUMIDADE ATMOSFÉRICA: É a presença do vapor da água na atmosfera.
E Este é proveniente da evaporação que se processa tanto nas superfícies líquidas com os vegetais pela acção da energia solar e dos ventos.
O teor de humidade existente na atmosfera depende da: § Intensidade dos raios soláres e dos ventos. § Extensão das superfícies líquidas.
SABENDO TAMBEM QUE PONTO DESATURAÇÃO: É o limite máximo da atmosfera em conter humidade.

HUMIDADE RELATIVA: É a relação existente entre a humidade absoluta e o ponto de saturação.

CONDENSAÇÕES SUPERFICIAIS: Ocorrem bem próximas à superfície terrestre. Os principais tipos são: neblina, nevoeiro, orvalho e geada.

PRECIPITAÇÕES ATMOSFÉRICAS: Correspondem às diferentes maneiras pelas quais o vapor de água, apóscondensado atmosfera chega até a superfície terrestre. Exemplo: chuva, neve e o granizo.
A INFLUÊNCIA DO EL NINÕ E LA NINÃ. El Nino é um fenômeno atmosférico oceânico caracterizado por um aquecimento anormal das águas superficiais no Oceano Pacífico Tropical, e que pode afectar o clima regional e global, mudando os padrões do vento a nível mundial, e afectando assim, os regimes de chuva em regiõestropicais e de latitudes. La Nina representa um fenômeno oceânico atmosférico com características opostas ao El Nino, caracteriza-se por um esfriamento anormal nas águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical.

Alguns impactos da Lá Nina tendem a ser opostos aos do El Nino, mas nem sempre uma região afectada pelo El Nino apresenta impactos significativos no tempo e espaço.

MASSAS DE ARUma massa de ar pode ser definida como sendo uma grande porção de ar, de grande espessura, que apresenta uma certa homogeneidade horizontal. Apresenta propriedades físicas quase uniformes ao mesmo nível, principalmente no que concerne à temperatura e humidade. As massas de ar se formam sobre grandes áreas uniformes de terra ou de água, sobre as quais a circulação do vento se faz fracamente. Sobtais condições, o ar próximo à superfície vai, de modos graduais, adquirindo características uniformes que se aproximam daquelas da superfície, enquanto que o ar superior vai se ajustando às condições de temperatura e humidade da superfície. Os principais processos que permitem esse ajustamento são a radiação, a convecção vertical, a turbulência e o movimento horizontal (advecção).

VENTO

Ovento está intimamente associado as variações da pressão atmosférica, vejamos. Se o ar mais quente (baixa pressão) sobe, o ar mais frio (alta pressão) desce e virá para ocupar o lugar do ar que subiu. A estes movimentos verticais se originam os movimentos horizontais e que simplesmente chamamos de vento.

Assim sendo, quanto maior for à diferença da pressão atmosférica para um determinado ponto maisintenso deverá ser o vento que atuará sobre este ponto.

As unidades mais usadas para a determinação da velocidade do vento são o quilómetro por hora, metro por segundo e nó por hora e a direcção é dada pela rosa dos ventos (Norte, Sul, Leste e Oeste) ou em graus de 0 a 360. Os instrumentos utilizados são o anemómetro ou barógrafo.

MONÇÕES

Desenvolvimento

A PRESSÃO ATMOSFÉRICA
Todos...
tracking img