A revolucao da tecnologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5680 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE
INFORMÁTICA PARA A GESTÃO DE NEGÓCIOS
INFORMÁTICA E ÉTICA
















A Revolução da Tecnologia da Informação


















SÃO PAULO
2010
[pic]
LUANDA MANOELA RIBEIRO DA SILVA
RODRIGO UEMURA TOMANARI
TAMIRES SCHIMITH DA SILVA
















A Revolução da Tecnologia da InformaçãoSÃO PAULO
2010
SUMÁRIO


1.0 A REVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 04
2.0 LIÇÕES DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL 06
3.0 MACROMUDANÇAS DA MICROENGENHARIA: ELETRÔNICA E
INFORMAÇÃO 11
4.0 A CRIAÇÃO DA INTERNET 14
5.0 TECNOLOGIAS DE REDE E DIFUSÃO DA COMPUTAÇÃO 17
6.0 TECNOLOGIAS DA VIDA 19
7.0 O VALE DO SILÍCIO 21
8.0 O PARADIGMA DA TECNOLOGIA DAINFORMAÇÃO 22
CONSIDERAÇÕES FINAIS 24
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 25
1.0 A REVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Século XX: Um novo paradigma tecnológico que se organiza em torno da tecnologia da informação

A tecnologia consiste no uso de conhecimentos científicos para especificar as vias de se fazerem as coisas de uma maneira reproduzível. Entre as tecnologias se encontram a micro eletrônica,computação (software e hardware), telecomunicações/radiodifusão, optoeletrônica, engenharia decodificação, manipulação e reprogramação informação da matéria viva.
Houve uma constelação de grandes avanços tecnológicos nas duas ultimas décadas do século XX, no que se refere a materiais avançados, fontes de energia, aplicação na medicina, técnicas de produção (já existentes ou potencias, taiscomo a nanotecnologia). Vivemos em um mundo se tornou digital. Um evento histórico da mesma importância da Revolução Industrial do século XVII haverá a penetração em todos os domínios da atividade humana.
O que caracteriza a atual revolução tecnológica não é a centralidade de conhecimentos e informação, mas a aplicação desses conhecimentos e dessa informação para a geração de conhecimentos ede dispositivos de processamento/comunicação da informação, em um ciclo de realimentação cumulativo entre a inovação e seu uso.
Os usos das novas tecnologias de telecomunicações nas duas décadas passadas passaram por três estágios, os distintos: a automação de tarefas, as experiências de usos e a reconfiguração das ampliações. Nos dois primeiros estágios aprendia-se usando. Noterceiro estagio, os usuários aprenderam a tecnologia fazendo, o que acabou resultando na reconfiguração das redes e na descoberta de novas aplicações, a difusão da tecnologia amplifica seu poder de forma infinita, à medida que os usuários apropriam-se dela e a redefinem. As novas tecnologias da informação não são simplesmente ferramentas a serem aplicadas, mas processos a serem desenvolvidos. Usuáriospodem assumir o controle da tecnologia como no caso da internet. Pela primeira vez na historia, a mente humana é uma força direta de produção, não apenas um elemento decisivo no sistema produtivo.
Como certeza, os contextos culturais / institucionais e a ação social intencional interagem de forma decisiva com o novo sistema tecnológico, mas esse sistema tem sua própria lógica embutida,caracterizada pela capacidade de transformar todas as informações em um sistema comum de informação, processando-as em velocidade e capacidade cada vez maiores e com custo cada vez mais reduzido em uma rede de recuperação e distribuição potencialmente ubíqua.
O contato entre civilizações de níveis tecnológicos diferentes frequentemente provoca a destruição da menos desenvolvida oudaquelas que quase não aplicavam seus conhecimentos. Aconteceu como a Revolução Industrial, mas sua expansão foi muito seletiva e seu ritmo bastante lento pelos padrões atuais de difusão tecnológica.
Ao contrário, as novas tecnológicas da informação difundiram-se pelo globo com a velocidade de luz em menos de duas décadas, entre meados dos anos 70 e 90, por meio de uma lógica, que é a...
tracking img