A revolta da maria da fonte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2517 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução------------------------------------------------------------------------------------------------------pág.2
Quem foi Maria da Fonte? ---------------------------------------------------------------------------------. pág.3

O que foi ao certo esta revolta-------------------------------------------------------------------------------pág.4

Breve contextualização histórica – As razõesda revolta e o seu desenvolvimento-------------pág.5 a 7

As consequências da revolta----------------------------------------------------------------------------pág. 8 e 9

Maria da Fonte no mundo-----------------------------------------------------------------------------pág. 10 e 11Conclusão-----------------------------------------------------------------------------------------------------pág. 12
Anexos---------------------------------------------------------------------------------------------------------pág.13

Bibliografia---------------------------------------------------------------------------------------------------pág.14
Sitografia------------------------------------------------------------------------------------------------------pág.15









O temadeste trabalho surgiu numa das nossas aulas de História, quando a professora deu a conhecer vários títulos para pesquisar, visando a produção de um trabalho escrito.
Visto ter abordado o assunto numa forma muito breve, colocou a hipótese de se realizar uma pesquisa mais aprofundada acerca disto.
Entre os temas propostos a trabalho, este foi o que mais me suscitou interesse, pelo facto de, serreferente a acontecimentos em Portugal, sendo um dos episódios mais importantes da história política do nosso pais e sobretudo por serem as mulheres do povo a incitarem esta revolta.
Fiquei deveras surpreendida com a atitude, a coragem e a valentia destas mulheres da nação portuguesa.
Este trabalho procura dar informações sobre a Revolta da Maria da Fonte, desde as razões que levaram a talevento até as suas consequências.






Não se sabe ao certo quem foi Maria. Há quem defenda que foi apenas uma mulher do povo chamada Maria, natural da freguesia de Fontarcada e que por isso ficará conhecida pela alcunha de Maria da Fonte (por exemplo, Camilo Castelo Branco acreditou que Maria da Fonte Vido era a verdadeira) e há também, quem defenda que foi um grupo de mulheres, todascom a mesma importância e destaque.
Mas sabe-se que muitas mulheres podem ter sido Maria, por terem lutado e dado o seu máximo empenho, neste motim popular. Consta que a” Maria da Fonte” foi a autora da primeira machadada, conhecida como Joana Maria Esteves, mas também Maria Angelina, a única mulher que empunhava uma arma de fogo ou ainda Maria Luísa Balaio, que constantemente conspirava coma clientela, na sua taberna.
Existem referências aos nomes das mulheres que constaram neste tumulto pela liberdade e pela justiça social, sendo elas, Joana Maria Esteves, Joaquina Carneira, Josefa Caetana, Maria Angelina, Maria Custódia Milagreta, Maria da Fonte do Vido, Maria da Mota, Maria Luísa Balaio e Maria Vidas, todas mulheres pertencentes ao povo.A Revolta da Maria da Fonte foi o nome atribuído a uma revolução popular que rebentou no Minho, na zona de Póvoa de Lanhoso, no ano de 1846, mais concretamente em Maio, liderada por uma mulher ou grupo de mulheres, originárias da freguesia de Fontarcada, com o nome de Maria da Fonte, contra o governo de Costa Cabral.

Destacavam-se também neste rebelião, sacerdotes, sendo eles o cónegoMontalverne, o Padre Casimiro (setembrista, que continuou a participar na revolta) , o padre José da Laje e fidalgos, filhos e netos de Viscondes da região (Visconde da Costa, Visconde do Peso da Régua e Visconde de Balsemão).

Visto a fase inicial ter tido uma forte componente feminina, atribui-se um nome feminino a esta revolução. Rapidamente se espalhou pelo Norte do país e por toda a...
tracking img