A representação estética de schopenhauer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (375 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Representação Estética de Schopenhauer

Schopenhaurer, apesar do carregado pessimismo presente em sua filosofia, refletiu alguns caminhos que direcionam para a "anulação" da dor. Um destescaminhos foi encontrado na contemplação estética, onde o indivíduo se perdendo da vontade, consegue anular o seu sofrimento, ao menos por instantes.
O conceito de “belo”, para Schopenhauer, engloba tudoaquilo, seja na arte ou na natureza, capaz de causar em seu espectador um estado contemplativo que escape à ditadura do querer. Por esta razão, pode “tornar-se belo” “qualquer objeto, assim que desertao domínio daquilo que interessa à vontade para unir-se aos objetos da pura contemplação, dos quais se desinteressa a vontade”, ou seja, qualquer objeto pode torna-se belo a partir do momento em que oenxergarmos com admiração, e não com o interesse da vontade.
Tendo em vista que a Vontade é a substância íntima, o núcleo de toda coisa particular e do todo, ela se manifesta na força da natureza eno homem. Nessa manifestação ocorre a afirmação da vida; e, para tanto, permanece inalterável. Após ter-se manifestado e afirmado no mundo, ela pode ser negada. Justamente neste ponto, ao contemplar obelo a partir de uma experiência estética, a existência do indivíduo pode ser neutralizada de seus interesses e desejos.
Schopenhauer sentia uma enorme admiração pelos pintores flamengos denaturezas mortas, que frequentemente representavam cenas domésticas “banais” em seus quadros. Ele acreditava que até mesmo os objetos mais “insignificantes” de nosso cotidiano poderiam se tornar belos casoum gênio soubesse enxergar neles suas Idéias e fixá-las em sua obra, tornando-as acessíveis aos demais humanos.

Estética, ética e ascética.

Schopenhauer acreditava que o fim da vontade de viverse dava em três níveis de purificação: Estética, Ética e Ascética.

Estética – a vontade de viver encontra o seu fim quando o individuo é absorvido pela contemplação e não pela vontade, privilégio...
tracking img