A representação do eu na vida cotidiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2576 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A representação do eu na vida cotidiana-  Erving Goffman

                                                                                                                                     Raquel Lopes

Já pensou em analisar as interações através de conceitos teatrais? Erving Goffman, em seu livro “A Representação do Eu na Vida Cotidiana”  apresentado através de teorias do teatro asinterações, em vários aspectos, estabelecidas entre os atores e a platéia.

Goffman começa seu livro se referindo as informações. As pessoas antes de tentar conversar com o outro ou até mesmo tentar uma interação com o mesmo, às vezes pede informação a um terceiro para saber mais sobre ele. O autor usa o termo “veículos de indícios” para se referir as pessoas que passam informações antecipadas emrelação ao outro, para que este possa agir de certa forma de maneira correta para obter o objetivo desejado. No entanto, nem sempre se pode ter dados antecipados sobre as pessoas, podendo ser usado para tentar definir a pessoa pela sua aparência tendo como referência experiências passadas, ou então,  acreditar no que o próprio individuo observado diz.

Diante da interação com o outro, poucas coisaspodem acontecer para o individuo chegar à conclusão do outro. Muitas informações estão além do tempo e do espaço, que de certa forma, só podem ser apresentadas de forma indireta ou por confissão.  Sendo que, algumas símbolos como as expressões podem deixar impressões que ajudem  a prestar  informações a respeito do indivíduo. O capítulo levará em conta que o ator ao se envolver em uma interação,apresenta duas formas de comunicação: expressão dada, que se transmite através de símbolos verbais e expressão emitida que se reproduz através uma gama de ações, a última é a que o ator levará em conta, pois esta não é intencional e tem formas mais teatrais e contextuais.

O individuo tem o interesse de passar as informações que lhe interessam e age de acordo com a impressão que quer passar, àsvezes de maneira completamente calculada, levando a uma resposta específica que lhe interessa obter  e também, calculadamente, mas  sem perceber que está agindo assim, porque o seu grupo de convivência  requer esta expressão.

Estas expressões passadas não estão apenas sobre o controle do indivíduo. O autor cita no texto que o observador tem vantagem sobre o ator, através da forma verbal e de usasações, mas o ator sabendo de sua desvantagem em relação ao observador que está vendo sua exposição pode manipular suas ações, realizando um jogo de informações, e formando uma simetria na comunicação.   “O indivíduo presumivelmente só tem consciência de um fluxo de sua comunicação, e os observadores tem consciência deste fluxo e de um outro.”(Goffman,pag16).

Goffman aponta no texto  que em umjogo, cada participante precisa ocultar seus sentimentos cordiais imediatos para que haja uma concordância superficial que aparente um consenso. Fazendo um acordo real que o autor chama de “Consenso operacional”. Com uma maior interação,  as informações transmitidas serão aumentadas ou modificadas, mas precisam se relacionar com as ações iniciais.

Em sua obra, o autor cita também a importânciadas primeiras impressões em relação à interação. Goffman usa a expressão “começar com o pé direito” para se referir as interações iniciais de uma série de interações. A primeira impressão  é essencial para projetar uma definição da situação.  No entanto, se esta projeção for levada em dúvida a interação pode sofrer uma interrupção confusa e o indivíduo pode se sentir confuso, podendo a interaçãoface a face entrar em colapso.

Goffman fala que “qualquer definição projetada da situação tem também um caráter próprio” (pag 21). Na sociedade qualquer que seja as características do indivíduo acredita que precisa ser moralmente valorizada pelo outro. Sendo que, quando o indivíduo se porta como realmente é e possuir certas características,  exerce uma exigência moral sobre o outro que...
tracking img