A relevância do trabalho de jovens multiplicadores na promoção de saúde sexual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11776 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ADRIENE SANTANA LEITE
RUBEN RODOMACK CORDEIRO NETO

A RELEVÂNCIA DO TRABALHO DE JOVENS MULTIPLICADORES NA PROMOÇÃO DE SAÚDE SEXUAL

VITÓRIA DA CONQUISTA
2006
ADRIENE SANTANA LEITE
RUBEN RODOMACK CORDEIRO NETO

A RELEVÂNCIA DO TRABALHO DE JOVENS MULTIPLICADORES NA PROMOÇÃO DE SAÚDE SEXUAL

Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção dotítulo de especialista no Curso de Pós-Graduação em Saúde Pública do Instituto Brasileiro de Pós-graduação e Extensão (IBPEX).

Orientadora: Profa. Leociléa Aparecida Vieira

VITÓRIA DA CONQUISTA
2006
RESUMO

O estudo focaliza a atuação de jovens na prevenção das DST/Aids, por meio da educação de pares, na cidade de Vitória da Conquista/BA. Verifica comose deu a realização de ações educativas por um grupo de jovens, o Jovem PEV, na comunidade, levando a outros jovens informações a respeito da prevenção e controle das DST/Aids, seus sintomas e tratamento. Como metodologia optou-se pelo modelo bibliográfico, tomando por base manuais e livros que tratam de temas como: protagonismo juvenil, educação de pares, papel da educação na promoção de saúde,adolescência, Aids, psicologia comunitária entre outros, bem como relatos de experiências de trabalhos com o mesmo enfoque. A obtenção dos dados deu-se por meio da consulta à Coordenação do Projeto Jovens Multiplicadores, no exercício 2002 a 2004, buscando quantificar as ações dos jovens multiplicadores em três anos de projeto, as pessoas que assistiram as ações educativas e as pessoas queprocuraram o Centro de Referência em DST/Aids de Vitória da Conquista, após terem assistido as ações educativas. Em seguida foram tabulados os dados para análise estatística, com critérios retrospectivos. Como conclusão tem-se evidente a capacidade do jovem de atuar como multiplicador de informações, principalmente entre seus pares. O trabalho do Jovem PEV teve abrangência significativa na populaçãojovem da cidade, o que justifica sua relevância no trabalho de promoção de saúde, porém a busca ao Centro de Referência DST/Aids não foi representativa.

LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS

|FTC |Faculdade de Ciências e Tecnologia |
|PEV |Programa de Educação para a Vida|
|OMS |Organização Mundial da Saúde |
|AIDS |Síndrome de Imunodeficiência Adquirida |
|ONGs |Organizações Não-Governamentais|
|BIRD |Banco Interamericano de Desenvolvimento |
|DST |Doenças Sexualmente Transmissíveis |
|UNESCO |Organizaçãodas Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura |
|UNAIDS |Nações Unidas sobre HIV/Aids |

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 5

2 REVISÃO DA LITERATURA 8
2.1 O CENÁRIO DA AIDS 8
2.1.1 Perfil da epidemia 10
2.2 PROMOÇÃO DE SAÚDE: EDUCAÇÃO VOLTADAPARA A PREVENÇÃO 11
2.2.1 Processos educativos no contexto brasileiro 15
2.3 ADOLESCÊNCIA, AIDS E PROTAGONISMO JUVENIL 16
2.3.1 Aids e os programas de prevenção 21
2.3.2 Protagonismo juvenil 25

3 CONTEXTO DA PESQUISA 28

4 ANÁLISE DOS DADOS 30

5 CONCLUSÃO 33

REFERÊNCIAS 36

1 INTRODUÇÃO

A atuação de jovens visando a prevenção das DST/Aids tem sido um foco importante...
tracking img