A raiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2375 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
* Introdução
* Definição de emoção
* Definição e origem da raiva
* Fases da raiva
* Formas de expressão
* Consequências
* Formas de lidar com a raiva
* Curiosidades / mitos
* Conclusão
* Bibliografia

Sumário
Introdução
O trabalho a ser realizado terá como tema a Raiva. Iremos relacionar esses conceitos, bem como outros subtemas relacionados comos mesmos.
A raiva faz parte das emoções primárias e é considerada negativa.
Em algumas situações, quando agimos num estado emocional alterado, como por exemplo a raiva, esse impulso no momento parece-nos o mais correcto, no entanto, quando nos acalmamos sentimo-nos mal, culpados.

Definição de Emoção

“Do ponto de vista psicológico, existem emoções naturais e fisiológicas que aparecemem todas as pessoas com um importante substrato biológico. Elas podem ser a alegria, o medo, a ansiedade ou a raiva, entre outras. Essas emoções são agradáveis ou desagradáveis, mobilizam-nos para a actividade e tomam parte na comunicação interpessoal. Portanto, essas emoções actuam como poderosos motivadores da conduta humana.” (Ballone GJ.,2001).
A interacção entre a emoção e a cognição podeser fundamental para a capacidade de regular as emoções de forma adaptativa. Embora a emoção e a cognição tenham sido historicamente consideradas como opostas, pesquisas mais recentes sugerem que ambas também estão integradas, coordenadas e são complementares.
“Em termos gerais a regulação da emoção refere-se á capacidade de avaliar e modificar a intensidade e dinâmica temporal e reacçõesemocionais” (Thompson, 1994).
“As capacidades fundamentais desta são a capacidade de controlar a tensão, tomada de decisão e outros processos cognitivos que ocorrem em contextos emocionalmente exigentes” (Cole et al. 2004; Dennis, Malone, & Chen, 2009b; Lewis , Lamm, Segalowitz, Stieben & Zelazo, 2006b).
Do ponto de vista neurofisiológico a emoção é definida como um circuito neuronal,desencadeado por estímulos específicos, é inata e de carácter comportamental.
As emoções encontram-se em todos os indíviduos, independentemente de cada cultura ou raça.
Os circuitos emocionais são geneticamente programados e tipicamente relacionados com áreas cerebrais e neurotransmissores específicos.

Definição e Origem da Raiva

A raiva é definida como uma emoção de protesto, insegurança, timidezou frustração, em relação a alguém ou algo. É exteriorizada quando o ego se sente ferido ou ameaçado.
A forma como a raiva é sentida (intensidade ou ausência) difere de pessoa para pessoa.
A raiva é considerada como uma energia de defesa que cada pessoa cria, esta revela-se numa sensação de poder que pode levar á agressão física ou verbal.
A raiva é uma emoção habitualmente saudável que naexistência de problemas se pode tornar descontrolada podendo até afectar o nosso meio social. Alguns psicólogos avaliam o modo como a raiva é manifestada, através da forma como cada pessoa se desenvolve em termos morais e psicológicos.
Esta emoção manifesta-se devido a acontecimentos externos e internos.
A procura do prazer, a fuga do desconforto, o medo e a raiva são os principais motivadoresdo comportamento humano, por mais eleborado que este seja, por isso ser fácil perceber a complexidade das atitudes humanas.

Fases da Raiva

A raiva concerne em si três fases:
1ª Fase: Sentir a raiva quando se é provocado.
Quando nos ofendem ou somos magoados reagimos, sentimos raiva. É uma emoção complicada de controlar, é instintiva ou/e reactiva.
2ª Fase: É a forma como reagimos á raiva.Quando nos ofendem, podemos contermo-nos e não dizer nada, como também podemos explodir, reivindicar, chatearmo-nos. Embora não tenhamos a capacidade de controlar a raiva podemos conseguir controlar a nossa reacção (atitudes e comportamentos).
3ª Fase: Retenção e repressão da raiva.
Sabemos que não temos controlo quando sentimos a raiva quando somos provocados tal como não sabemos o tempo...
tracking img