A questao da pobreza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4796 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A INCLUSÃO SOCIAL DOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL ATENDIDOS PELO CENTRO DE HABILITAÇÃO ANA CORDEIRO.

Antonio Francisco Soares – Professor Assistente da UESPI e concludente da Especialização em Educação Especial pela UESPI (profsoares1@hotmail.com); Antonia da Cunha Ribeiro – Pedagoga e concludente da Especialização em Educação Especial pela UESPI (antoniacrs@bol.com.br) RESUMO Quando sefala em educação especial ou em pessoas com necessidades especiais vem logo à mente a idéia de uma pessoa com deficiência física. Quando se fala em acessibilidade, pensa-se na pessoa com deficiência física. Quando se fala em inclusão social de pessoas com deficiência, novamente pensa-se na pessoa com deficiência física. Muitos pensam que a simples construção de rampas já é acessibilidade einclusão, o que não é verdade. O processo de inclusão é lento e leva em consideração vários fatores. A rampa é apenas um detalhe diante de tantas mudanças que se precisa efetuar e de tantas barreiras que se precisa ultrapassar. A inclusão social exige muito mais que mudança arquitetônica, exige mudança de atitude da sociedade como um todo e de cada um em particular. Este estudo teve como objetivoanalisar a contribuição do Centro de Habilitação Ana Cordeiro (CHAC) no processo de inclusão social de pessoas com deficiência intelectual. O CHAC trabalha com a profissionalização de jovens e adultos com deficiência intelectual maiores de 15 anos e a inclusão no mercado de trabalho. Neste trabalho as expressões “deficiência mental” e “deficiência intelectual” aparecem como sinônimo devido às fontesbibliográficas pesquisadas terem sido editadas antes da nova nomenclatura. A inclusão do aluno com deficiência intelectual na escola regular contribui para a sua inclusão social, porém a escola precisa também preparar esse educando para a vida profissional. Atualmente temos que defender a inclusão escolar e social de todos os alunos, independente de ter deficiência ou não. Em nosso estudo constatamosque o CHAC tem contribuído para que isso ocorra oferecendo capacitação profissional em diferentes áreas profissionais e encaminhando-os para o mercado de trabalho. Isso é feito através de convênios e contatos com as empresas. Palavras-chave: Inclusão social. Deficiência intelectual. Deficiência mental. Introdução Existe uma verdadeira confusão de conceitos em relação à deficiência intelectual, unschamam atraso mental, deficiência mental, outros conduta atrasada, déficit intelectual ou ainda usam outros termos muito discriminatórios. Porém a expressão recomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU) é “deficiência intelectual”. Neste trabalho as expressões “deficiência mental” e “deficiência intelectual” aparecem como sinônimo devido às fontes bibliográficas pesquisadas terem sidoeditadas antes da nova nomenclatura. A pessoa com deficiência intelectual tem a capacidade de se relacionar, pode ser carinhosa e pode aprender uma profissão. No entanto muitas pessoas com deficiência intelectual ainda são muito descriminadas e ficam fora do convívio social. Muitas escolas

2

têm certa resistência em relação à inclusão de alunos com deficiência intelectual. As empresas tambémapresentam certa resistência em contratar pessoas com deficiência intelectual por não conhecerem o potencial que essas pessoas possuem. Porém aos poucos o mercado de trabalho está abrindo as portas para pessoas com deficiência, inclusive para aqueles com deficiência intelectual. Mas, afinal o que vem a ser deficiência intelectual?
É a limitação em pelo menos duas das seguintes habilidades:comunicação, autocuidado, vida no lar, adaptação social, saúde e segurança, uso de recursos da comunidade, determinação, funções acadêmicas, lazer e trabalho. O termo substituiu ‘deficiência mental’ em 2004, por recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), para evitar confusões com ‘doença mental’, que é um estado patológico de pessoas que têm o intelecto igual da média, mas que, por algum...
tracking img