A qualidade de vida na saude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO DA ÁREA DA SAUDE

Segundo WALTON (1973) A qualidade de vida no trabalho tem por finalidade abrigar o empregado e lhe proporcionar melhores condições de vida dentro e fora da organização. Ele acredita que, para que a qualidade de vida no trabalho seja alcançada a empresa deve estar disposta a oferecer aos seus colaboradores compensação justa e adequado; condições desegurança e saúde no trabalho; oportunidade imediata para a utilização e desenvolvimento da capacidade humana; oportunidade para crescimento contínuo e segurança; integração social na organização; constitucionalismo na organização do trabalho, trabalho e o espaço total da vida e a relevância social da vida no trabalho.
Ainda segundo WALTON (1973) A compensação justa e adequada refere-se aosalário justo ou à adequação entre o trabalho e o pagamento nos seus diversos níveis relacionados entre si.
Entendendo desta forma, percebe-se que os funcionários buscam informações da sua valorização na empresa através da sua recompensa, tais como, salário, benefícios, prêmios, etc. Eles querem saber se a empresa realmente estão pagando o que eles merecem, se está havendo uma troca justa da suamão-de-obra e remuneração.
No caso dos trabalhadores dessa área, há ainda os a compensação através dos direitos de receber alguns adicionais, podendo ser: Insalubridade (trabalho exposto a a gente nocivos a saude), periculosidade (atividades periculosas, substâncias inflamáveis ou explosivos, substâncias radioativas, ou radiação ionizante, ou energia elétrica) e adicional noturno (trabalho noturno).Isso colabora com a sua satisfação por contribuir com sua necessidades financeiras.
O autor Anteriomente citado informa ainda que, para obter condições de segurança e saúde no trabalho, os trabalhadores não devem ser expostos a condições físicas e psicológicas que sejam perigosas ou a horários excessivos de trabalho que sejam prejudiciais a saúde.
Já Pitta (2003, p. 59) menciona que por estaremtrabalhando em regime de turnos e plantões abre o empregado tem a sensação de duplos empregos e jornadas de trabalho, e isso se faz comum entre os trabalhadores de saúde, por haver a necessidade dos hospitais estarem em constante funcionamento, além dos baixos salários agravar a necessidade desses trabalhadores fazer longas jornadas. Tal prática potencializa a ação daqueles fatores que por si sódanificam suas
integridades física e psíquica.
É possível observar que muitos profissionais desta área trabalham em turnos devido às urgências nos atendimentos e manutenções das tecnologias necessárias. Tal forma de trabalho é freqüentemente apontada como possível causador das desordens fisiológicas e psicológicas e desgastes na vida social e familiar, prejudicando o profissional na sua vida,levando ao desgaste físico e mental do trabalhador e assim acaba repercutindo sobre o seu desempenho produtivo e sua qualidade de vida.
As perturbações da saúde se manifestam através de insônia, irritabilidade,
sonolência excessiva, fadiga contínua e mal funcionamento do aparelho digestivo e cardiovascular. As interferências nas relações sócio-familiares são traduzidas pela ausência da família emmomentos de datas comemorativas, tais como, fins de semana e feriados. As conseqüências destas perturbações são observadas a curto, médio e longo prazo, tanto na qualidade de vida do trabalhador como de sua família, na saúde dos trabalhadores, na qualidade da assistência prestada, na segurança do trabalho e conseqüentemente na capacidade para o trabalho (FISCHER, 1997).

Pitta (2003) afirma quede maneira geral o hospital é reconhecido como
um recinto insalubre, penoso e perigoso para os que ali trabalham sendo considerado como um local privilegiado para o adoecimento. Segundo ela, além dos riscos de
acidentes e doenças de ordem física, o sofrimento psíquico é também bastante comum e está em crescimento diante da pressão social e psicológica a que estão expostos os que ali atuam....
tracking img