A propriedade como origem das desigualdades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1500 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A propriedade como origem das desigualdades
Gustavo Nori Testa

 1. Introdução
O homem inicialmente vivia isolado, sozinho de maneira breve a aculturado. Não interagia com seus semelhantes, nos primórdios da humanidade, não havia ainda nenhuma espécie desenvolvida de linguagem, mesmo que gestuais. A humanidade convivia entre seus semelhantes, limitava-se no máximo a relações de caráterreprodutivos ou da mãe para com sua prole  de maneira breve pois tão logo os filhos pudessem caminhar por si, já eram deixados ao destino do mundo natural.
Com o surgimento desses primeiros grupos humanos,  de convivência inicialmente ea partir desse um maior desenvolvimento das relações entre seus componentes, surge a linguagem e atrelado a ela o conceito de propriedade privada, inicialmente sob umaspecto coletivo mas que posteriormente caminhou em um sentido privado.
Segundo Jean Jacques Rousseau, estão ai concentrados os fatores que iniciariam as desigualdades entre os homens. Este pensamento aflora, principalmente, em seu Discurso sobre a Origem das Desigualdades. Neste fator se alicerçariam os pilares de todas as formas de desigualdades civis entre os homens, pois as naturais, sãoinerentes ao ser humano e por si mesmas, isoladamente, não justificam o surgimento das mesmas.
É sob a ótica da filosofia grega, em especial Aristóteles quando trata do problema sob a perspectiva da conduta individual de cada individuo e identifica o problema a ser combatido. Apresenta ele uma possível solução ao dilema humano da sobrevalorização do “ter” (propriedade) em detrimento do “ser”. Ensinaque a solução estaria através da orientação da conduta de cada individuo que se daria por meio da educação que cada um deva receber.
2. A Origem das Desigualdades e a Propriedade Privada
Limitava-se esse homem “primitivo” à coleta para sua subsistência diária, a noção que possuía sobre a vida limitava-se somente ao presente, o momento instantâneo, as necessidades instantâneas. As relaçõesinterpessoais limitavam-se somente a época de reprodução e não tinham qualquer continuidade após esse período.
Alguns indivíduos, tendo em vista razões de maximização de sua própria subsistência, aprofundaram esse inter-relacionamento efêmero. De inicio, aos pares e, basicamente, limitavam-se a gestos para comunicarem-se. Com a inclusão de mais membros ao grupo, surge a necessidade do desenvolvimento deuma outra forma de comunicação entre os componentes do grupo, desenvolveu-se a necessidade de se aprimorar a forma de interação entre os componentes dessa determinada comunidade.
Surge então a linguagem como forma de conexão, pela simples justificativa de que a mera interposição física do corpo de um componentes do grupo, obscurecendo a visão de um terceiro, impossibilita a comunicação entre eleso que representaria um risco aos componentes.
Em virtude desse agrupamento e com o surgimento da linguagem, e com isso o aprimoramento das relações interpessoais existentes, torna-se possível compartilhar sentimentos e experiências pessoais, aproximando o convívio entre os indivíduos surgindo então formas de relacionamento interpessoais mais  profundas - o embrião do que se tornaria mais tarde acomunidade.
Com uma maior organização, alguns grupos abandonaram a vida nômade coletora e fixaram-se de maneira permanente em determinadas áreas, delimitando o espaço físico que passariam a ocupar. O grupo toma como de sua propriedade determinada área e nela restringe fisicamente o acesso de estranhos. Até então, o homem era plenamente livre, podia caminhar de maneira irrestrita sobre oterritório.
A propriedade, até então coletiva e ilimitada, sob o ponto de vista da possibilidade de acesso irrestrito passa a sofrer uma limitação no sentido físico, ou seja, o individuo toma como sua uma determinada área, inicialmente com a finalidade de fixar ali seu grupo, neste caso, trabalharemos com a idéia de ser esta organização a própria família, uma das primeiras formas primitivas de...
tracking img