A primigesta e o sexo do seu bebê

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3379 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
Mini-currículo da autora
Nome: Rafaela de Almeida Schiavo
Atualmente é mestranda do programa de Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP/Bauru. Tem experiência na área de Psicologia do Desenvolvimento Humano, com ênfase em Psicologia Perinatal, atuando principalmente nos seguintes temas: Gestação, maternidade na adolescência,avaliação do desenvolvimento de bebês de 0-1 ano.
Para currículo completo acessar: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4113125A3

E-mail: rafaelaschiavo@ig.com.br

A PRIMIGESTA E O SEXO DE SEU BEBÊ

A gestação na vida da mulher é um período de transição e de ansiedade. Além das mudanças corporais, também ocorrem mudanças psíquicas e sociais (1). Este fato éainda mais acentuado quando é a primeira gestação (2). Nesta fase, a mulher deixa o status de filha e esposa passando a desempenhar o papel de mãe (3) (4) (5).
Em uma pesquisa realizada para traçar o perfil psicológico da primigesta por meio do Teste de Wartegg, obteve-se o seguinte resultado:
[...] a gravidez é período de normalidade psíquica, de caráter adaptativo. Agestação é também momento crítico vital, de caráter regressivo, com presença de angústia, com conflitos ligados à sexualidade e identidade sexual, narcisismo representado pelo marcado investimento libidinal no próprio ego e utilização intensificada dos recursos do pensamento,  imaginação e  fantasia (6. p.383) .

Estar na condição de grávida não é vivido com o mesmo sentido emocional portodas as gestantes e esta notícia pode ser bem ou mal recebida, dependendo da mulher, e a partir de então várias mudanças podem ocorrer na vida desta e, independentemente de como é recebida a notícia ou de como esta encara a gravidez, não estará livre da ambivalência de amor e ódio pela gestação (7) (8).
O primeiro desejo de ter um bebê ocorre ainda na infância, quando a menina vivência oÉdipo. O brincar de boneca serve como identificação com sua mãe, ela pode fazer com a boneca tudo o que sua mãe faz com ela, a boneca-bebê se torna um filho dela com o pai, e futuramente se esse desejo de gerar um bebê se concretizar, esta se sentirá muito feliz especialmente se o bebê for um menininho que trás consigo o pênis tão profundo e inconscientemente desejado (9).
A relação da gestantecom seu bebê, portanto, inicia-se muito antes da fecundação, antes mesmo de engravidar as mulheres fantasiam um filho, criando sobre ele muitas expectativas (10) (11). Muitas das fantasias das gestantes, com relação ao bebê, se dão por desconhecer suas características físicas e psíquicas (4) (12). Desta forma é importante que a gestante atribua identidade ao bebê, e isto parece reverter em uminvestimento importante, possibilitando o exercício precoce da maternidade.
O desejo de saber o sexo do bebê parece ser um dos pontos mais importante para tornar o desconhecido bebê, mais conhecido. Este desejo de saber o sexo da criança não surgiu com o avanço da tecnologia, que nos possibilita observar o sexo do feto, desde muito tempo, foram inventadas técnicas para saber se a futura criançaseria um menino ou uma menina. Uma das técnicas mais antigas é datada do ano de 1350 esta técnica foi descrita nos papiros de Berol e exigia um saco de trigo e um de cevada. A cada dia, várias gotas de urina da mulher eram colocadas em cada saco. Se o trigo germinasse primeiro, nasceria uma menina; se fosse a cevada, nasceria um menino (13). E em 1993, um obstetra americano repetiu esta técnicade modo controlado, encontrando 80% de resultados positivos (14).
Não é de se admirar que muitas gestantes tenham uma clara curiosidade em querer saber o sexo da criança, e muitas das justificativas dadas por elas são referentes a poder fazer o enxoval, escolher um nome, informar á família entre outras explicações. Porém devemos entender o que há por trás destas justificativas, para...
tracking img