A poluição

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 8 (1776 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: DA ESCOLA À COMUNIDADE

Márcio Balbino Cavalcante*
Filomena Mª G. da Silva Cordeiro Moita**

Introdução

A natureza é a fonte de todos os recursos que necessitamos para viver. É um patrimônio que possibilita aos seres humanos uma vida saudável. À medida que a humanidade aumenta sua capacidade de intervir na natureza para a satisfação de necessidades e desejoscrescentes, surgem tensões e conflitos quanto ao uso do espaço e dos recursos em função da tecnologia disponível, assim, agredindo o meio ambiente estamos iniciando um processo de destruição.
Nos últimos séculos, um modelo de civilização se impôs, trazendo a industrialização, com sua forma de produção e organização do trabalho levando a necessidade de estimular o consumo. Para dar conta da produção emmassa a economia capitalista teve de criar a sociedade de consumo.
A propaganda entrou de sola para nos convencer de que mais importante do que “ser” é “ter”. Milhares de produtos chegam aos mercados diariamente, dos mais aos menos sofisticados, e num curto período outros produtos são lançados e suas vantagens e superioridades são apresentadas ao mercado.
Para Scarlato & Pontin (1992,p.52),“Oshabitantes da nova sociedade, principalmente aqueles das grandes concentrações urbanas, dispõem de uma gama muito variada de artigos de consumo, para isso, limitam-se a acrescentar pequenas modificações em modelos antigos, que são acondicionados em novas e atraentes embalagens”.
A obsolescência tecnológica e a vida útil das mercadorias da revolução técnico – científica são quase tão velozesquanto à capacidade de comunicação dos tempos modernos. Com tremenda rapidez somos convidados a substituir artigos “velhos” por “novos”.
O que aconteceu com o meio ambiente

O meio ambiente foi o primeiro a sofrer as conseqüências desta aceleração na produção e no consumo. Mas a sociedade humana, especialmente nas áreas urbanas, vivencia, diariamente, os efeitos do uso abusivo dosrecursos naturais, na medida em que a produção e o consumo se aceleram e a produção de lixo se transforma num grande problema.
Sabemos que vários avanços foram realizados para amenizar os problemas decorrentes do lixo, como a ordenação da deposição do lixo em áreas monitoradas, como os aterros sanitários, mas sua vida útil é curta, se considerarmos a capacidade de produção dos resíduos sólidos pelasociedade moderna. Além disso, o lixo produzido é recurso jogado, literalmente, fora, árvores derrubadas, minérios extraídos do subsolo, alimentos desperdiçados.
O processo de decomposição da matéria orgânica tem início em poucas horas e os inorgânicos levarão até séculos para serem absorvidos pela a natureza.

QUADRO 01: Tempo Estimado de Decomposição:
MATERIAL TEMPOPapel e papelão 3 a 6 meses
Plásticos 6 meses a 1 ano
Vidro Indeterminado
Borracha Indeterminado
Latas de alumínio 100 a 500 anos
Fonte: Revista Meio Ambiente Industrial, 2000.

Parece-nos que uma soluçãobastante razoável, a partir da qual se leva em conta, ao menos, a redução do uso de recursos naturais e os problemas relativos ao destino do lixo, são a seleção e reaproveitamento de materiais.
Em várias partes do mundo e em algumas localidades do Brasil a coleta seletiva é uma realidade. Com ela dá-se a determinados materiais um destino mais proveitoso e ecologicamente correto, a reciclagem,considerada a mais adequada, por razões ecológicas e econômicas (SCARLATO & PONTIN, 1992, p.58).
O aproveitamento de latinhas de alumínio é conhecido por todos nós, muito embora a situação de pobreza de nossa população obrigue um enorme contingente de pessoas, inclusive crianças, a catá-las em condições inadequadas. Há também, projetos para o reaproveitamento de papel, embalagens pet, dentre...
tracking img