A pobreza como problema social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6407 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Núcleo Universitário Unidade Contagem – Curso de Administração
















“A POBREZA COMO PROBLEMA SOCIAL”




























Contagem
2010

















“A POBREZA COMO PROBLEMA SOCIAL”




























Contagem
2010
SUMÁRIO1) INTRODUÇÃO..................................................................................................04


2) DESENVOLVIMENTO E POBREZA ...........................................................06

3) AS CLASSES SOCIAIS....................................................................................07


4) LUTA DECLASSES.........................................................................................10


5) A DESIGUALDADE COMO PRODUTO DAS RELAÇÕES SOCIAIS.....12


6) AS DESIGUALDADES SOCIAIS NO BRASIL.............................................13


7) POBREZA ABSOLUTA...................................................................................14


8) CONSIDERAÇÕESFINAIS............................................................................15

9) REFERÊNCIAS.................................................................................................16

10) ANEXOS............................................................................................................17




















INTRODUÇÃO

Pobreza não é apenas a falta de dinheiro, assim como ariqueza não é simplesmente possuir dinheiro. Pobreza e riqueza vão além da ausência ou presença de dinheiro. Contudo, dinheiro não é riqueza e a natureza da pobreza é muito mais importante e desafiadora do que a simples ausência do dinheiro. Mas o dinheiro pode ser um meio bastante útil no combate a pobreza e geração de riqueza. Mas ele por si só, não vai eliminar a pobreza. Não podemos, simplesmente,dar dinheiro aos pobres, se fizermos esta transferência do rico para o pobre, não criaremos novas riquezas, tampouco atacaremos as causas da pobreza.
Qualquer um de nós que tenha passado por uma situação financeira difícil se sente como se soubesse o que é pobreza. Porém a experiência individual de pobreza é bem diferente do problema social da pobreza, que é um problema de toda a sociedade. E apobreza como problema social, é a falta de riqueza, e não de dinheiro. Para as pessoas de baixa renda, a pobreza é o resultado de como a riqueza é distribuída na sociedade. Precisamos agregar valores ao sistema para reduzir, não somente aliviar, a pobreza. A resposta para combater a pobreza, como problema social, é não agregar dinheiro, mas criar ou gerar riquezas. Quando algumas pessoas vêem apalavra riqueza, logo imaginam a riqueza dos ricos e poderosos. A riqueza, contudo, significa qualquer coisa que tenha valor, não importa seu tamanho ou medida. Se olharmos a definição econômica de riqueza, estaremos bem perto de analisar como ela é usada no combate à pobreza. Os economistas falam de bens e serviços com valor, mas mesmo os bens somente têm valor até onde podem fornecer algumserviço.
Os cinco maiores sintomas da pobreza são as doenças, ignorância, desonestidade, apatia e dependência. Pode-se reduzir a doença através de um maior entendimento de sua prevenção, e certificando-se de que a saúde pública seja usada para preveni-la e curá-la. Assim os fatores da pobreza são interligados, desonestidade e ignorância causam as doenças e todos os três contribuem para a pobreza.
Aignorância é um fato, algumas pessoas simplesmente por nunca terem ouvido falar de certas coisas não possuem o conhecimento necessário. Outros fatores atrelados à pobreza podem contribuir para a ignorância, incluindo doenças e a desonestidade, que contribuem para uma baixa disponibilidade de educação e informação.
A desonestidade, em si, é a maior causa da pobreza como problema social. Quando...
tracking img