A perspectiva do jogo em sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2329 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A PERSPECTIVA DO JOGO EM SALA DE AULA[->0]: UMA ANÁLISE PSICOPEDAGÓGICA
Alessandra Pereira Dias, Andréa Aires Costa
Resumo:
O conteúdo deste artigo é um relato de experiência de uma intervenção psicopedagógica institucional fazendo a análise do jogo como recurso didático na sala de aula. Esta intervenção foi proveniente da experiência de estágio[->1] do curso de especialização empsicopedagogia da Universidade[->2] Estadual do Ceará tendo como fundamentação teórica os estudos de Jean Piaget.
A intervenção foi realizada com um grupo de alunos do segundo ano do ensino fundamental numa instituição de ensino particular de médio porte da cidade de Fortaleza. Adotou-se como método a observação dos alunos em diferentes momentos da rotina escolar[->3] e a aplicação de técnicas específicasde diagnóstico psicopedagógico. A partir das observações constataram-se mudanças no envolvimento das crianças nas situações de aprendizagem em que se utilizavam jogos pedagógicos.
É uma atuação comprometida com a melhoria das condições de aprendizagem.
O código de ética da Associação Brasileira de Psicopedagogia (1992) define que o campo de atuação do psicopedagogo é nas áreas de saúde eeducação, o qual estuda e intervém com o processo de aprendizagem, do seu estado patológico ao salutar, compreendendo o indivíduo em relação à família, à escola e à sociedade e à sua forma de aprender.
Mais adiante, na década de 80, surge uma outra concepção de dificuldade de aprendizagem que era gerada no cotidiano da escola e que estava muito mais relacionada a uma “dificuldade de ensinagem” por partedos educadores e da ideologia da escola.
Se há o direcionamento do trabalho buscando prevenir o surgimento de dificuldades correlacionadas com outras dificuldades de aprendizagem ou do processo evolutivo do indivíduo, caracteriza-se uma intervenção preventiva.
Na clínica, o psicopedagogo utiliza jogos, brinquedos, desenhos, computador e outros recursos que viabilizem a redução da dificuldade deaprendizagem e possibilitem que a criança e o adolescente aprendam a respeitar limites, ter autocontrole, ampliem sua capacidade de memória, atenção e concentração, dentre outros aspectos da aprendizagem.
Esse profissional poderá atuar como assessor ou efetivado na instituição, fazendo parte ou não da equipe da escola.
Neste trabalho será enfatizada a abordagem que Piaget faz em relação ao jogoe a concepção de aprendizagem.
Os jogos simbólicos aparecem por volta dos dois anos e caracterizam-se pela capacidade de representação e pela instalação da função simbólica.
No jogo simbólico, transforma o real de acordo com as necessidades e desejos do momento.
No decorrer do desenvolvimento, aparece o terceiro tipo de jogo que é o jogo com regras. Surgem num primeiro momento no período dosquatro aos sete anos e posteriormente entre os sete e onze anos.
A intervenção com jogos possibilita essas trocas e desafia o sujeito como construtor do próprio saber.
O estudo de caso envolveu a identificação dos entraves e das potencialidades ligadas à aprendizagem de determinado grupo de alunos. Por ser numa instituição escolar, a intervenção realizada apresentou enfoque preventivo e buscousocializar os conhecimentos e promover o desenvolvimento dos sujeitos envolvidos (equipe técnica, professores, famílias e alunos).
A atuação institucional requer do psicopedagogo o exercício de um olhar multifatorial frente às dificuldades de aprendizagem e a compreensão do problema ou sintoma como algo construído pelos sujeitos envolvidos numa relação de contexto e que possui valor decomunicação.
Visca (1987) elaborou instrumento diagnóstico baseado em princípios interacionistas, construtivistas e propôs as seguintes etapas na avaliação e intervenção da psicopedagogia institucional:
•A análise do contexto em que se desenvolve o processo de aprendizagem; a leitura do sintoma;
•A explicação das causas que estão engendrando o sintoma;
•A explicação da origem dessas causas;
•A...
tracking img