A palestra de julio ribeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1034 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Presidente da Talent falará na comissão "A educação, a profissão e o mercado"

O presidente da Talent será o palestrante da comissão "A educação, a profissão e o mercado", no IV Congresso Brasileiro de Publicidade. Esta sessão está marcada para terça-feira, 15, das 10:30 às 13:00. O presidente da comissão é Francisco Gracioso (ESPM); o relator, José Roberto Whitaker Penteado (ESPM); e osdebatedores Jean Charles Zozzoli (Intercom), Luiz Fernando Dabul Garcia (ESPM), Mário Chamie (ESPM) e Vilma de Morais Strieder (Holos Instituto de Desenvolvimento Humano). Leia, a seguir, o texto com o resumo da palestra que será proferida por Julio Ribeiro:

A era da perplexidade
Julio Ribeiro, presidente da Talent

Eu queria iniciar esta palestra dando os parabéns a todos que estão aqui nestemomento. Parabéns por que?
Porque estamos tendo uma oportunidade inédita: a de viver numa das eras de maior  inovações que a humanidade já viveu.
Em menos de duas décadas surgiram a internet, o telefone celular, a tv digital, o IPhone, o dvd, a clonagem da ovelha Dolly, a célula tronco, o euro, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, a descoberta de 10 bilhões de litros de petróleo na baciade Santos, um metalúrgico que se tornou o presidente da república, o casamento de pessoas do mesmo sexo, o surgimento de 1,5 bilhões de internautas, bilhões de usuários de celulares, telefone de graça, a economia da China encostando na economia americana, o surgimento das multinacionais brasileiras, o Brasil ter mais reservas cambiais do que a Alemanha ou a França, os padres não poderem tomarvinho na missa e dirigir e o limite de consumo de álcool para motoristas girar em torno de dois bombons de licor.
É desafiador também o fato de que as respostas que as agências de publicidade acumularam em cem anos de atividade não servirem mais para sua operação porque as perguntas que o mercado está fazendo mudaram e não correspondem mais a elas ou às respostas que os alunos aprendem nasfaculdades. Quase tudo o que se aprendeu não serve mais para nos ajudar a trabalhar. Pessoalmente eu acho isso fascinante. Acho maravilhosa a oportunidade de se matar o conhecimento antigo e aprender de novo.
Em Cannes, este ano, uma das idéias premiadas foi a da agência que colocou uma fita azul  a dois metros do chão em prédios e postes de  cidades na Europa ao lado do cartaz: "Este é o nível que o marvai chegar no ano 2.050 se a gente não diminuir o aquecimento global".
A responsabilidade social e a preservação do meio ambiente passou a fazer parte da determinação do valor das empresas. Antes os rapazes se confessavam ao padre por passar a mão na namorada; hoje se confessam por ter jogado uma pilha no chão.
O mais fascinante ainda é que a intensidade dessas mudanças tende a se acelerar. Ocelular está virando televisão, cartão de credito, computador, máquina fotográfica e documento de identidade.
Neste quadro cresce a responsabilidade de formar profissionais. Na Talent há um ano contratamos um especialista para ensinar os diretores sobre como trabalhar em conjunto. Este ano estamos contratando um projeto de treinamento de pro-atividade. Criamos um departamento chamado "TLab" só parater idéias. O grupo não tem chefe nem função no organograma. Desenvolvemos um produto denominado "Oxygen" operado pela área de planejamento exclusivamente para informar às equipes da agência sobre quais as tendências, modelos e aplicações de novas idéias através de pesquisa na internet e interação com outros profissionais.
Qual o modelo para se formar profissionais de comunicação e marketing deuma forma que não sejam entregues  ao mercado formandos já obsoletos?
Eu sinceramente não sei porquanto não estou na área especifica de educação. Poderia porém apresentar algumas idéias que talvez possam ser de alguma utilidade ao se discutir o tema.
Uma das coisas que os profissionais mais carecem nas agências e áreas de marketing dos clientes é ter idéias; exercer o ato de pensar. O que eu...
tracking img