A origem do latim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A ORIGEM DO LATIM

O latim era uma língua originalmente falada no Lácio, etruscos e sabinos, da união desses três povos surgiu à civilização romana. Situado na cidade de Roma, na região central da Itália as margens do rio Tibre. O latim Fazia parte da imensa família das línguas indo-européias, foianexada na península itálica por volta do século IX a.c ou VIII a.C com a vinda dos migrantes latinos os “lácios”.
Como idioma o latim está presente desde os tempos pré-históricos, passou a ter uma forma literária modificando-se aos poucos com regras gramaticais, por volta do século III a.C.
Consolidando-se por volta do século I a.C., que é considerado o período clássico do latim usado pelos antigosromanos naquela época, que é compreendida durante a literatura “clássica”.
O latim clássico ou (sermo urbanus, lit ”fala urbana) esteve presente durante a chamada era de ouro da literatura latina, consolidou-se entre o século I a.C. e o século I d.C. se estendendo até a era de prata, século I e II, usado pelas pessoas mais influentes, as cultas, era dito e escrito gramaticamente. Nesse períodoexistiam duas modalidades do latim; o “sermo cultus” e o “sermo vulgares”, sendo o primeiro de linguagem culta e o segundo utilizado por camponeses, soldados e até por camadas superiores, mas no intimo familiar.
A linguagem culta ou (sermo cultus) utilizada na urbe geralmente pelas pessoas escolarizadas, tornando-se uma língua importante, de influencia maior perante as outras existentes cada vezmais com o passar do tempo, que a consolidou como uma língua universal do mundo ocidental.
A partir do século II, O latim se expandiu juntamente com o império romano, com os “falantes” romanos, que tinham uma linguagem vulgar (sermo vulgares) era a língua popular do povo, diferente do latim clássico tanto em seu vocabulário como na sua gramática, de modo com que o tempo se passava vinham asmodificações tornando-a deferente na sua pronúncia também, uma língua usada de forma livre sem a necessidade de empregar as regras gramaticais, principalmente com os soldados romanos que tinham um linguajar diferente do existente na cidade romana, que vinham ganhando destaque em outras regiões, devido a expansão militarista do exercito romano, e á medida que o império conquistava novos povos, estesque possuíam sua própria língua, foram obrigados a empregar o latim em seu meio de comunicação, ocorrendo uma miscigenação originando outras línguas neolatinas, dentre elas o português, o espanhol, o francês, o italiano.

A MITOLOGIA GREGA

Uma religião baseada no politeísmo (do grego poli de muitos e theós deuses) em que acreditavam em vários deuses, e noantropomorfismo (do grego anthropos de homem e morfhe de forma) que apesar de serem imortais, possuíam comportamento e características semelhantes aos dos seres mortais, pondo exemplo, a maldade, bondade, egoísmo, força, fraqueza, vingança e etc.
Antigamente não havia explicação cientifica para o entendimento dos fenômenos da natureza, a mitologia grega era o assunto principal de maior importânciapara o aprendizado das crianças gregas, a modo de tentar explicar os fenômenos naturais, os gregos atribuíam a cada fenômeno um deus diferente. Os gregos também reverenciavam os heróis ou semideuses, filhos de um deus com uma mera mortal ou vice versa, transmitida de forma oral passado de geração a geração.
Segundo Hesíodo poeta da Grécia antiga existia somente o grande Deus Caos, a primeiradivindade a surge no universo, sendo o Deus mais antigo, descrito como o ar que preenchia entre o Éter (do conceito de céu superior) e a Terra.
Segundo os gregos antigos essas divindades habitavam o topo do monte Olimpo, de onde decidiam através de reuniões entre os mesmos, o destino do ser mortal, acreditava-se também que os deuses desciam de seus aposentos para interagir com o povo.
Os gregos eram...
tracking img