A origem da familia, da propriedade privada e do estado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1751 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Como Friedrich Engels pensa e caracteriza o processo histórico de dissolução da “comunidade natural”, formada por laços de parentesco e consaguinidade, e a origem da sociedade e do estado de classes?

Friedrich Engels como Engels no livro “A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado” define a chamada “comunidade natural”.

Depreende-se da leitura da obra de Engels que a comunidadenatural é o tipo de organização social onde a produção era essencialmente coletiva e o consumo e a distribuição dos alimentos realizava-se apenas no interior da comunidade. Tinha como característica o pleno domínio do processo de produção pelos produtores e existia a preponderância da mulher dentro da gens e já existia a divisão sexual do trabalho, como primeira forma de divisão do trabalho.Podemos assim dizer que a comunidade natural podia se caracterizar como uma economia doméstica comunista.

Outra característica essencial da comunidade natural: não havia ainda a propriedade privada, a propriedade era coletiva.

O processo histórico de dissolução da “comunidade natural” ocorre paulatinamente e a partir da evolução de fatores de produção econômicos e sociais.

A grandemudança estrutural advém do surgimento da monogamia, da família monogâmica, quando , segundo ensina Engels, a constituição da família pela primeira vez “não se baseava em condições naturais, mas em condições econômica e, de modo especifico, no triunfo da propriedade privada sobre a propriedade comum primitiva que havia surgido espontaneamente”.

A família monogâmica, que nasce no período de transiçãoentre a fase média e superior da barbárie, é expressão da “grande derrota histórica do sexo feminino em todo o mundo” e coincide com o triunfo da civilização nascente. Baseia se no predomínio do homem, o qual tem como finalidade procriar filhos cuja paternidade seja indiscutível; exige-se essa paternidade porque os filhos, na qualidade de herdeiros diretos, entrarão na posse dos bens de seu pai.A monogamia aparece na história sob a forma de escravização de um sexo pelo outro, como a proclamação de um conflito entre os sexos. Segundo Engels, a primeira divisão do trabalho é a que se fez entre o homem e a mulher para a procriação dos filhos [...]

O primeiro antagonismo de classes que apareceu na história coincide com o desenvolvimento do antagonismo entre homem e mulher namonogamia; e a primeira opressão de classes, com a opressão do sexo feminino pelo masculino.

A monogamia foi um grande progresso histórico, mas, ao mesmo tempo, iniciou, juntamente com a escravidão e as riquezas privadas, aquele período, que dura ate nossos dias, no qual cada progresso é simultaneamente um retrocesso relativo, e o bem-estar e o desenvolvimento de uns se verificam às custas da dor e darepressão de outros. É a forma celular da sociedade civilizada [...].


A monogamia, portanto, de modo algum é fruto do amor sexual individual e não se baseia em condições naturais, mas econômicas, isto é, o triunfo da propriedade
Privada sobre a propriedade comum primitiva.

E conclui Engels: se a monogamia nasceu da concentração de riquezas nas mesmas mãos, as do homem, e do desejo detransmitir essas riquezas por herança, aos filhos desse homem, simbolizando, na relação conjugal, a propriedade privada, quando os meios de produção passarem a ser propriedade comum, a família individual deixará de ser a unidade econômica da sociedade e, consequentemente, o fim da propriedade privada coincidirá com a libertação sexual da mulher.

Pode-se dizer, portanto, que o processo históricoconcreto no qual as diferentes mudanças e progressos na organização econômica, social, política e cultural da humanidade foram produzidas, foi acompanhado e impulsionado por condições materiais relacionadas à provisão dos meios de existência e ao esgotamento dos mecanismos de acumulação, mas também motivado pela tensão e contradição social, movimentada pela luta de classes.

Desse modo,...
tracking img