A ordem do discurso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (951 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade católica de Pernambuco
Direito
Introdução ao Estudo do Direito II


Resenha crítica sobre o livro “A ordem do discurso”

Foucault, Michel. A ordem do discurso. Aula inaugural noCollége de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970.Tradução: Laura fraga de Almeida Sampaio.Edições Loyola. 3ª edição, abril de 1996, São Paulo. 79 p.
Convidado a assumir a cátedra do Collége deFrance, Foucault em sua aula inaugural procura mostrar a estrutura e os procedimentos de controle e repressão dos discursos que permeiam a sociedade. Pois segundo ele, em toda sociedade há umcontrole, uma seleção, uma organização e uma redistribuição da produção do discurso por certos números de procedimentos, e que atuam ao mesmo tempo, tendo como função precípua conjurar seus poderes, dominaro seu acontecimento aleatório.
Foucault identifica esses procedimentos e os classifica como: procedimentos de exclusão externos, procedimentos de exclusão internos e a sujeição do discurso, imposiçãode regras aos sujeitos que falam. Os procedimentos de exclusão externos são compostos pela interdição, o mais evidente e o mais familiar, onde não se tem o direito de dizer tudo, não se pode falar emqualquer circunstância sobre qualquer coisa, a exemplo da sexualidade e da política, ou seja, os tabus; há ainda o princípio da oposição da razão e loucura, onde o louco é aquele cujo discurso nãopode circular com o dos outros, há, portanto uma separação; o terceiro sistema de exclusão externa é a oposição do verdadeiro e do falso, surge o que Foucault vai chamar de “vontade de verdade”, onde umdiscurso tido como verdadeiro apoiado em um suporte e em uma distribuição institucional exerce sobre os outros discursos um poder de coerção.
Já os procedimentos internos que nos submete a outradimensão do discurso, a do acontecimento e a do acaso, são formados pelo comentário, ao qual cabe dizer pela primeira vez aquilo que, entretanto, já havia sido dito e repetir incansavelmente aquilo...
tracking img