A ontologia marxista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1597 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ENÚBIA PRISCILLA DA SILVA
ESTEFÂNIA POLICARPO DE ARAÚJO
JÉSSICA FARIAS MELO
RAYANA DUARTE RODRIGUES








ANÁLISE DA EDUCAÇÃO À LUZ DA CONCEPÇÃO ONTOLÓGICA DO TRABALHO

















MACEIÓ
2011
ENÚBIA PRISCILLA DA SILVA
ESTEFÂNIA POLICARPO DE ARAÚJO
JÉSSICA FARIAS MELO
RAYANA DUARTE RODRIGUES








ANÁLISE DA EDUCAÇÃO À LUZ DA CONCEPÇÃO ONTOLÓGICA DO TRABALHOArtigo elaborado como requisito parcial para aprovação na disciplina Trabalho e Educação, no 2º período do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas, sob a orientação da professora DRª. Edna Bertoldo.













MACEIÓ
2011
ANÁLISE DA EDUCAÇÃO À LUZ DA CONCEPÇÃO ONTOLÓGICA DO TRABALHO

Enúbia Priscilla da Silva Aluna do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas.
EstefâniaPolicarpo de Araújo Aluna do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas.
Jéssica Farias Melo Aluna do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas.
Rayana Duarte Rodrigues Aluna do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas.


RESUMO: Este artigo tem como objetivo analisar a educação a partir da essência do trabalho, demonstrando que há uma distinção entre trabalho eeducação, apesar de existir uma interligação entre estas categorias. Propõe-se dessa forma elucidar questões como: Qual a estrutura ontológica do trabalho? Como surge a educação? Educação é trabalho? Para que seja possível essa análise, adotou-se como metodologia a pesquisa bibliográfica, partindo das obras de Bertoldo (2009), e José Paulo Netto e Marcelo Braz (2007). Através do estudo da produçãodestes autores, conclui-se que para a concepção marxista, embora trabalho e educação tenham a mesma estrutura ontológica, ou seja, teleologia e causalidade, essas são categorias distintas. No primeiro caso, o ato de pôr está voltado para a transformação da natureza, denominada teleologia primária; enquanto no segundo caso, trata-se da transformação do homem pelo homem, ou seja, é a teleologiasecundária.


PALAVRAS-CHAVE: Educação. Trabalho. Teleologia. Causalidade.


RESUMEN: Este artículo pretende analizar la educación de la esencia de la obra, mostrando que hay una distinción entre el trabajo y la educación, a pesar de la existencia de un vínculo entre estas categorías. Se propone que forma, dilucidar cuestiones tales como: ¿Cuál es la estructura ontológica del trabajo? Como parece que laeducación? La educación y el trabajo? Es posible que el análisis metodología utilizada fuera la investigación bibliográfica, empezando por las obras de Bertoldo (2009) y José Pablo Netto y Marcelo Braz (2007). A través del estudio de la producción de estos autores, se llegó a la conclusión de que la concepción marxista, aunque trabajo y la educación tienen la misma estructura ontológica, es decirteleología y vincular estas son categorías separadas. Cuando en el primer caso, el acto de poner el foco en la transformación de la naturaleza, en una forma fundamental, ya forma secundaria, es la transformación del hombre por el hombre, mientras que en el segundo caso, y cuando el conocimiento sea perfeccionada de modo informal a través de un punto de partida consciente.

PALABRAS CLAVE:Educación. Trabajo. Teleología. La causalidad.
INTRODUÇÃO

O presente artigo foi resultado de uma pesquisa realizada na disciplina Trabalho e Educação, integrante do currículo do curso de graduação em Pedagogia, orientada pela Dra. Profª. Edna Bertoldo, com o objetivo de avaliação bem como, contribuir para o enriquecimento do nosso conhecimento na academia, sendo assim de suma importância tanto de formapessoal (conquista pela absorção de conhecimento), quanto de forma acadêmica (elaboração e incentivo da apresentação e construção do artigo).
O artigo fundamenta-se a partir de pesquisa bibliográfica, cuja base foram os capítulos 2 e 5 do livro Trabalho e Educação no Brasil: da centralidade do trabalho à centralidade da política, da autoria de Edna Bertoldo, e os capítulos 2 e 3 do livro...
tracking img