A morte feminina na literatura: uma reflexão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2346 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A MORTE FEMININA NA LITERATURA: UMA REFLEXÃO
Lady Daiane da Conceição SOARES
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN- CAMEAM

Resumo
Este artigo tem como temática a morte feminina na literatura, como objetivo propõe uma análise sobre a questão da morte feminina na literatura escrita no período do Realismo no século XIX. O mesmo foi elaborado a partir de um dos capítulos dotrabalho monográfico cujo tema aborda a personagem Feminina “Luísa” na literatura Portuguesa da obra “O Primo Basílio” de Eça de Queirós. Para tanto, utilizamos como procedimento metodológico a leitura da bibliografia, necessárias para a elaboração deste trabalho. Com este trabalho podemos perceber que a morte feminina está presente em vários romances deste período, o que nos permite chegar à conclusãoque esta morte representa a opressão de uma sociedade patriarcal, onde a mulher não pode agir fora dos padrões pré- determinados para ela, pois qualquer desvio de conduta leva-a a morte.

Palavras- chave: Literatura. Personagem feminina. Comportamento.

1-Introdução
Ao longo da história a literatura tem sido um dos pelos quais o homem representa o mundo a sua volta, por meio da linguagemele cria fantasias, mundos e lugares capaz de identificar o sujeito de um grupo social, assim no contexto da literatura a mulher sempre foram tratadas de modo inferior ao homem, e esse fato e reflete na literatura do realismo.
No estudo da representação da mulher percebemos uma questão relevante a morte feminina está presente em várias narrativas como punição para seu “mau” comportamento visto quea grande maioria das personagens que se destacaram em obras literárias, como aquelas que quebraram modelos sociais acabam morrendo, muitas vezes por sua própria culpa, pois ao praticar um ato ilícito e ferir os padrões morais da sociedade, a sua condenação advém da culpa que o meio social arraiga em suas mentes.
Assim fazermos uma discussão, ainda que de forma sucinta, em torno da mortefeminina na literatura, uma vez que, ao longo da história, as mulheres assumem cada vez mais importância no discurso literário. Desse modo, pretendemos fazer um percurso que irá conhecer mais profundamente os caminhos trilhados por elas através dos tempos e os castigos impostos por uma sociedade de forma cruel. Desse modo mostraremos alguns estudos realizados em torno dessa temática e de algunspersonagens que se destacaram enquanto personagem feminina.


1.1 A morte como punição

Sobre a questão da punição sofrida pelas personagens femininas em certos romances, o mais comum, como afirma Brandão, é a personagem morrer: “estamos verificando, também, que nos romances e nos contos analisados, se está sempre encenando a morte da mulher. Figura idealizada ou marginalizada, a mulher se mata, ouse mata a mulher, ou morre a mulher, ou é morta à mulher, na superfície mesma da escrita” (BRANDÃO, 2006, p. 154).
Vemos que aquela que transgride a ordem ou a normalidade de um padrão estabelecido pela sociedade é castigada, com punição para que se torne exemplo para quem desafiar as leis do código social. Não importa se estiver ou não a mulher feliz, ela deve se comportar de acordo com o padrãoque determina o caráter de uma mulher digna de conviver em sociedade. Aquelas que assim não o fizerem já têm o destino traçado e como punição a morte é a sua sina final.
Esta morte feminina acontece por que a mulher exerce na sociedade papel submisso em relação ao homem. Como a escrita é produzida, nesse contexto, pelo masculino, a mulher é submetida a um castigo, sob a luz de uma ideologiapregada por uma sociedade patriarcal. Assim, morreram heroínas como: Capitu, de Dom Casmurro; Lucíola, de Lucíola; Ester, de Riacho doce; Luísa e Juliana, de O Primo Basílio; Madame Bovary, de Madame Bovary; Anna Karenina, de Anna Karenina; Edna Portellier, de O despertar; entre outras. Todas essas personagens de literaturas distintas morreram por transgredir as normas dos padrões morais de suas...
tracking img