A missa de frente para deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 76 (18905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Missa de frente para Deus
Jean Fournée

Tradução de Luís Augusto Rodrigues Domingues

Apresentação

Paz e bem!
Após ter concluído a tradução da obra “Vueltos hacia el Señor!” de Mons. Klaus Gamber,
ponho à disposição dos fiéis católicos de língua portuguesa mais um trabalho, realmente simples,
humilde e não profissional: a tradução para o português da obra La Misa cara a Dios, versão
espanholaque encontrei de La Messe face à Dieu, lançada em 1976, por Jean Fournée.
A ausência de livros litúrgicos sobre temas semelhantes em língua portuguesa é
verdadeiramente sensível.
Minha primeira experiência de conhecimento do sentido da orientação litúrgica se deu com a
leitura da “Introdução ao espírito da Liturgia”, do então Cardeal Ratzinger. Algumas pesquisas na
Web me fizeram chegar às duasobras que apresento, com alegria.
As notas de fim, converti em notas de rodapé. Assim, junto às anotações que coloquei como
notas do tradutor, o leitor poderá ver a referência das citações do original.
A versão que utilizei se encontra em http://ar.geocities.com/catolicosalerta/altar/cara01.html.
As páginas seguintes vão sendo acessadas por links no fim de cada página.
Lembro que não tenho ligaçãoalguma com o referido site e que não me responsabilizo pelas
opiniões nele apresentadas. De lá apenas me aproveitei da obra que agora vem traduzida. Sempre
que falar em original, refiro-me a esta versão em espanhol. Infelizmente não posso garantir que a
obra esteja completa, mas por causa da falta de material sobre o assunto em língua portuguesa,
traduzi-a como encontrei.
Aproveito a ocasião parabendizer a Deus pela Eucaristia celebrada há poucos dias (11/09,
foto da capa) na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na zona leste da cidade. O sacerdote celebrante
na ocasião em questão foi o Pe. Roberto José Lettieri, fundador da Fraternidade Toca de Assis, que
veio em visita para a consagração dos leigos da Fraternidade.
O dito sacerdote pôs a cadeira do lado esquerdo, pôs os quatro castiçaismais ao fundo do
altar e ficou verdadeiramente orientado durante a Liturgia Eucarística (pois a abside da Igreja está
ao leste), o que na boca dos menos instruídos ou dos mais maldizentes significa “celebrar de costas
para o povo”.
Não sei há quantos anos a orientação comum do sacerdote e do povo foi “banida” nestas
calorosas terras. Não sei se nos últimos trinta anos algum sacerdote permaneceuorientado com o
povo em alguma paróquia desta amada arquidiocese. A orientação é uma das características que
desejaria muito ver em nossas liturgias.
Por fim, este trabalho é de certa maneira um louvor a Deus uno e trino, cujas maravilhas nos
são comunicadas na Sagrada Liturgia e também uma súplica por sacerdotes cheios de zelo pela Sua
casa.
Agradeço a todos os que me ajudarem na revisão das duasobras.
Aos 22 de setembro de 2008, madrugada da segunda-feira da XXV Semana Comum.
Luís Augusto Rodrigues Domingues
Paróquia São João Evangelista
Arquidiocese de Nossa Senhora das Dores, Teresina-PI
lardpi@gmail.com

2

Índice

CAPÍTULO 1 - O simbolismo da Orientação ................................................................................ 04
CAPÍTULO 2 - Orar rumo ao Oriente..........................................................................................................................................09
CAPÍTULO 3 - Arquitetura e orientação ...................................................................................................................................18
CAPÍTULO 4 - Orientação e ornamentação das igrejas..............................................................................................22
CAPÍTULO 5 - De frente para Deus ou de frente para os homens? ............................................27

3

CAPÍTULO 1
O simbolismo da Orientação
Em uma recente obra enciclopédica, da pena de um conhecido liturgista, pode-se ler esta
surpreendente afirmação: “A Igreja romana não aceitou muito e nem sequer compreendeu a
orientação”. E dava como...
tracking img