A MATRIZ POSITIVISTA NA EDUCA O BRASILEIRA

Páginas: 26 (6490 palavras) Publicado: 8 de abril de 2015
Diálogos Acadêmicos - Revista Eletrônica da faculdade Semar/Unicastelo

A MATRIZ POSITIVISTA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA
Uma análise das portas de entrada no período Republicano

Claudemir Gonçalves de Oliveira1

RESUMO
O Positivismo como teoria filosófica inaugurada e sistematizada por Augusto Comte
é um dos elementos mais marcantes da história do pensamento educacional
brasileiro, embora sua entradano Brasil tenha se dado não somente pela educação,
mas também pela política e pela filosofia, contudo, em terras brasileiras não chegou
exatamente como elaborado por seu idealizador, mas, no contexto do estado
republicano, sofreu modificações e adaptações para servir a interesses específicos.
Palavras chave: Brasil; positivismo; república; filosofia; política e educação.

RESUMEN
El Positivismocomo la teoría filosófica inaugurada y sistematizada por Augustus
Comte es uno de los mas marcantes de los elementos de la historia del pensamiento
educativo brasileño, sin embargo de su entrada en el Brasil si ha dado no sólo para
la educación, pero también para la política y la filosofía, sin embargo, en tierras
brasileñas no llegó exactamente según lo elaborado por su idealizador, pero, en elcontexto del estado republicano, sufrió a las modificaciones y a las adaptaciones
para servir los intereses específicos.
Palabras-clave: Brasil; positivismo; república; filosofía; política y educación.

INTRODUÇÃO
Isidore Auguste Marie Françóis Xavier Comte é sem dúvida um dos grandes
nomes do século XIX, É tido como o “Pai do Positivismo” por ser o seu fundador e a
maior expressão dessa correntefilosófica, embora os seus pressupostos básicos já
estivessem presentes em seu mestre Saint-Simon.

1

Licenciado em Filosofia pela Faculdade Claretiana de Batatais e Mestrado em Educação pela
Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Docente PEB II titular de Filosofia na Rede Oficial de
Ensino do Estado de São Paulo, docente do Instituto de Filosofia “Dom Felício” do Centro de Estudos
daArquidiocese de Ribeirão Preto; membro docente do NDE do Curso de Pedagogia da Faculdade
SEMAR / UNICASTELO em Sertãozinho – SP.
E-mail:
Publicação Quadrimestral - Volume 1 – Numero 1. Edição Outubro/Janeiro de 2010

revista@semar.edu.br

Diálogos Acadêmicos - Revista Eletrônica da faculdade Semar/Unicastelo

Preocupado e absolutamente consciente das necessidades de seutempo,
Comte se desdobrou para dar a ele uma resposta adequada. Em seu pensamento
apresenta-se profundamente interessado pela sociedade, mais até que pelo próprio
indivíduo, pois acredita ser este um elemento existente para o social.
Os avanços industriais do século XIX podem servir como chaves de leitura
para compreender o pensamento comteano, pois, na medida em que servem de
alavanca para o forjar deuma nova sociedade, fornecem também o alimento
necessário às indagações de Augusto Comte acerca da adequação da mesma a
esses novos tempos.
I - O CONTEXTO HISTÓRICO
Augusto Comte nasceu em 19/01/1798 em Montpellier, na França. Seu
ambiente familiar sempre foi muito conturbado e para isso contribuía, em muito, o
péssimo relacionamento com seus familiares. Aos 16 anos de idade Comte rompeudefinitivamente os laços com a família e mudou-se para Paris onde ingressou na
Escola Politécnica em 1814.
Esse fato retrata bem o “espírito da época”, pois A. Comte não queria
permanecer na cidadezinha de Montpellier, ele queria voar mais alto, queria a vida
urbana, queria os benefícios da industrialização, queria ser cidadão, um homem do
século XIX.
Os avanços industriais eram notórios e Paris era umcentro cultural, era
onde as coisas aconteciam. De 1750 a 1850 a indústria dominou a utilização do
carvão, do ferro e do vapor, a oficina evoluiu para a grande fábrica e a empresa
individual para a companhia por ações.
Todas as mudanças refletiam-se na explosão de grandes centros urbanos
que engoliam as antigas vilas e cidadezinhas agrárias que caracterizavam a “velha”
Europa. Paris era um desses...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A educa o Brasileira
  • matriz energética brasileira
  • LEVANTAMENTE DA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA
  • Matriz Energética Brasileira
  • A matriz energética brasileira
  • Matriz energética brasileira
  • Matriz energética brasileira
  • Mais energia limpa na matriz brasileira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!