A maquina que mudou o mundo - resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1791 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AC-F3 – Relatório ou Resumo de Atividade Complementar


|Nome Completo:Ronaldo Alberto Tavarez |RA:1158377004 |
|E-mail:ronaldinhotav@hotmail.com |Data:     /     /20      |
|Curso:Engenharia Mecânia|Série:5° |


Relatório ou Resumo Referente à Atividade Desenvolvida



"A maquina que Mudou o Mundo"
BIBLIOGRAFIA


WOMACK, J.P.; JONES, D. T.; ROOS, D. A Máquina que Mudou o Mundo. 7. ed. Rio de Janeiro: Campus Ltda, 2004.
RESENHA CRITICA DA RESPECTIVA OBRA


Conforme a ordem naturalque compõem uma cadeia de produção é diversificado e complexo. A presente resenha com base na obra: “A Máquina que Mudou o Mundo”, dos autores James P. Womack, Daniel T. Jones e Daniel Roos, nomes de grande referência internacional da Administração Industrial, propõem uma analise na transição da produção em massa para a produção enxuta. Relatando como as empresas podem melhorar radicalmente seudesempenho através do sistema de “Produção Enxuta”, usada como estratégica gerencial em todo o mundo.
Um novo cenário que surge na filosofia da “Gestão Organizacional” e seus impactos provocados no contexto a partir de um novo conceito no processo de produção que surge e começa a espalhar pelo mundo. O Presidente do Conselho da Ford Motor Company explana: “Para que pagar somasaltíssimas aos consultores? Basta ler este livro”.
A sobrevivência das organizações depende de sua habilidade e maleabilidade de inovar e efetuar melhorias contínuas, que as direcionem para uma maior competitividade através da qualidade e produtividade. Neste cenário como entender o método de produção e seus impactos? A sociedade é composta pelo conjunto de indivíduos que participamda vida econômica da nação, portanto, as pessoas participam diretamente da produção, da distribuição e do consumo de bens e serviços, esta participação é o eixo que move a vida econômica da sociedade. A indústria automobilística a cada ano produz aproximadamente cerca de 50 milhões de veículos novos, portanto, esta produção é mais importante para nos do que pensamos por isto é preciso entendê-lamelhor.
O conceito de produção da Administração Japonesa revolucionou o mundo, ao surgir à “máquina que mudou todo o mundo”. Surge uma nova visão para os administradores segue uma linha, redução de custos, qualidade e maiores lucros.
Peter Drucker, a mais de cinqüenta anos, denominou a Indústria automobilística como a “Indústria das Indústrias”. Muitas organizações em todo o mundotentam implantar o sistema inovador de produção enxuta, porém surgem inúmeras limitações neste processo. Surge então à indagação, qual o segredo da produção enxuta? A abordagem deste sistema será feita em contraste juntamente com a produção artesanal e a produção em massa predominante naquele momento que foram substituídas no novo cenário da produção enxuta. Na Era da Revolução Industrial, a produçãoartesanal era constituída por trabalhadores altamente qualificados, usando ferramentas manuais, fabricavam cada produto de acordo com as especificações do comprador em larga expansão, os produtos eram feitos um de cada vez, agregando assim certo tipo de valor; logo surgiu a “Produção mecanizada” e substitui a produção artesanal garantindo assim uma posição elevada para as empresas emergentes quesurgiam na produção em grande escala e aquecidas para produzir em grandes quantidades para consumo.
Na obra, A Máquina que mudou o Mundo, amplia - se esta idéia de modo que a produção muito expandido e disponibilizando produtos a preços baixos e de fácil aquisição para consumo. Para Ford produzir carros de fácil aquisição para todas as classes inclusive seus funcionários...
tracking img