A malandragem e o "jeitinho"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (493 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
No livro - Carnavais, malandros e heróis – há, uma tese de que o dilema brasileiro residia numa trágica oscilação entre um esqueleto nacional feito de leis universais cujo sujeito era o individuo esituações onde cada qual se salvava e se despachava como podia, utilizando o sistema de relações pessoais. Haveria assim um verdadeiro combate entre leis que devem valer para todos e relações que sópodem funcionar para quem as tem.O resultado é um sistema social dividido : o individuo e a pessoa. E no meio dos dois, a malandragem e o “jeitinho” seriam modos de enfrentar essas contradiçõestipicamente brasileiras. Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, as regras ou são obedecidas ou não existem. Ficamos confundidos e fascinados com a disciplina desses países. Nessas sociedades, a lei éum instrumento que faz a sociedade funcionar bem. Um dos resultados é uma aplicação segura da lei, que não pode pactuar com a lei privada.Somos um país onde a lei sempre significa o “não pode!”. Alegislação diária do Brasil é uma regulamentação do “não pode”. Entre o “pode” e o “não pode”, escolhemos a junção que produz todos os tipos de “jeitinhos” para que possamos operar um sistema legal quequase sempre nada tem a ver com a realidade social. O “jeito” é um modo e um estilo de realizar, relaciona o impessoal com o pessoal. É um modo pacifico de resolver problemas. O “jeitinho” tentaconciliar todos os interesses entre o solicitante, o solicitado e a lei. E isso se dá quando ambos descobrem um elo em comum. O jeitinho no Brasil é conhecido como o famoso “sabe com quem está falando?”Aqui não se busca uma igualdade simpática, mas sim, uma hierarquização inapelável entre o usuário e o atendente. A malandragem faz precisamente o mesmo. O malandro seria um profissional do “jeitinho”.Aqui temos um relacionamento complexo entre o talento e as leis que usam artifícios pessoais que são modos engenhosos de tirar partido de certas situações, usando argumentos da lei que vala para...
tracking img