A luta da sociedade contra o crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1950 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO


Crack uma droga prejudicial à saúde vem fazendo vítimas em todo o país e não só nas classes pobres também nas famílias de classe média e alta, o dependente químico não é o único envolvido a família também sofre as conseqüências como a desconfiança, e precisa da ajuda de profissionais especializados para passar por esta fase e ajudar o dependente a seguir com o tratamento. Nesta faseentra o trabalho do assistente social, pois ele é quem encaminha os problemas a serem solucionados ou a profissionais capacitados assim todos terão o tratamento adequado.

















SUMÁRIO


2. INTRODUÇÃO.............................................................................................. 5

3.DESENVOLVIMENTO.................................................................................. 6
3.1 Crack........................................................................................................... 6
3.2 Convívio da Sociedade com o Crack........................................................... 8

4. CONCLUSÃO...............................................................................................11

5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................. 12



















1. INTRODUÇÃO


Alertar a população sobre o perigo dessa droga, buscar a compreensão de todos, usar um forte meio de comunicação como a internet para mostrar testemunho de dependentes falando o mal que essa droga causa.
Uma importanteestratégia para contribuir para diminuir o número de dependentes seria o incentivo ao esporte, a melhor moradia e saúde.
Hoje abordaremos assuntos relacionados com o Crack, o crack está sendo considerado como um dos maiores desafios enfrentados pela sociedade, os transtornos emocionais, a violência gerada pelo dependente químico, o auxílio da família para recuperação, a ajuda de órgãos como o serviçosocial para encaminhar aos profissionais especializados, projetos criados para fazer com que o dependente químico aceite o tratamento colocando os profissionais nas ruas convivendo diretamente com o drama vivido pela sociedade.


















2. DESENVOLVIMENTO


2.1 Crack


Inicialmente o crack foi disseminado nas classes mais baixas da sociedade, embora atualmente já nãose restrinja somente a elas. Nos centros das grandes cidades é comum ver os moradores de rua – de todas as idades, inclusive as crianças – fazendo uso desta droga. Cabe a reflexão sobre a origem daquelas pessoas: muitos já nasceram em condições de miséria comparáveis a aquela em que estão, mas certamente muitas daquelas pessoas, hoje a margem da sociedade, tinham toda uma vida estruturada, vidaessa que trocaram pelo crack.
O uso do crack e suas conseqüências tornam possível dizer que atualmente o crack tornou-se uma epidemia, portanto, uma questão de saúde pública.
O crack surgiu como opção para popularizar a cocaína, pelo seu baixo custo. Para a produção do crack, uma mistura de cocaína em pó (ainda não purificada) dissolvida em água e acrescida de bicarbonato de sódio (ou amônia) éaquecida. O aquecimento separa a parte sólida da liquida. Após a parte sólida secar, é cortada em forma de pedras. Por não passar pelo processo final de refinamento pelo qual passa a cocaína, o crack, possui uma grande quantidade de resíduos das substâncias utilizadas durante todo o processo. Prontas para o consumo, as pedras podem ser fumadas com a utilização de cachimbos, geralmente improvisados.Ao serem acesas, as pedras emitem um som, daí a origem do nome “crack”.
Diante de tantos anos passados desde o inicio dos estudos sobre o ser humano, seu comportamento através das teorias de vários filósofos, da urbanização e crescimento das cidades, da democratização e o mais importante do direito de ir e vir do ser humano, estas são algumas etapas do desenvolvimento humano.
Mas infelizmente...
tracking img