A literatura e sua importancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1534 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A literatura e sua importância para a sociedade.


A arte da literatura existe há alguns milênios, entretanto, sua natureza e suas funções continuam objeto de discussão principalmente para os artistas, seus criadores. Como qualquer outra arte, ela é uma criação humana, por isso sua definição constitui uma tarefa tão difícil. O homem, como ser histórico, tem anseios, necessidades e valores quese modificam constantemente. Suas criações – entre elas a literatura – refletem seu modo de ver a vida e de estar no mundo. Assim ao longo da história, a literatura foi concebida de diferentes maneiras. Mesmo os limites entre o que é e o que não é literatura variaram com o tempo. Podemos definir ou pelo menos tentar definir a literatura como a arte que utiliza a palavra como matéria prima de suascriações.
A literatura assim como todas as formas de arte, também reflete as relações do homem com o mundo e com os seus semelhantes, para Cândido (2000), a criação literária corresponde à certas necessidades de representação do mundo, às vezes como preâmbulo a uma práxis socialmente condicionada. Na medida em que as relações se transformam historicamente, a literatura também se transforma,pois que sensível às peculiaridades de cada época, aos modos de se ver a vida, de problematizar a existência, de questionar a realidade, de organizar a convivência social etc. Por isso as obras de um determinado período histórico, ainda que se diferenciem umas das outras, possuem certas características comuns que as identificam. Essas características dizem respeito tanto a mentalidade predominante naépoca quanto às formas, às convenções, e às técnicas expressivas empregadas pelos autores.
A obra literária, utilizando a palavra, recria a realidade, a vida. Essa definição focaliza dois aspectos opostos, mas complementares da arte literária: criação e representação. Por um lado ela é invenção. O autor cria uma realidade imaginária, fictícia, mas o universo da ficção mantém relações vivas com omundo real. Nesse sentido a literatura é imitação da realidade. Freqüentemente os autores utilizam fatos de suas vidas como matéria de literatura. Mesmo nesses casos, não devemos entender os textos como simples biografias. Os fatos pessoais são apenas parte da matéria literária, o ponto de partida entre o que o autor viveu ou sentiu e a obra. Existem todas as mediações da invenção, da imaginação.Existe, sobretudo, o trabalho criativo com a palavra.
A literatura, é um denominador comum da experiência humana. Aqueles de nós que leram Cervantes, Shakespeare, Machado, Flaubert ou Baudelaire entendem uns aos outros e se sentem indivíduos da mesma espécie porque, nas obras desses escritores, aprenderam o que partilhamos com seres humanos, independentemente de posição social, geografia,situação financeira e período histórico.
Nada nos protege melhor da estupidez do preconceito, do segregacionismo, do xenofobismo, do sectarismo religioso ou político e do nacionalismo excludente do que esta verdade que sempre aparece na grande literatura: todos são essencialmente iguais. Nada nos ensina melhor do que os bons romances a ver nas diferenças étnicas e culturais a riqueza do legado humano ea estimá-las como manifestação da multifacetada capacidade criadora humana. Ler boa literatura é ainda aprender o que e como somos - em toda a nossa humanidade, com nossas ações, nossos sonhos e nossos fantasmas -, tanto no espaço público como na privacidade de nossa consciência. Esse conhecimento se encontra apenas na literatura. Nem mesmo os outros ramos das ciências humanas - a filosofia, ahistória ou as artes - conseguiram preservar essa visão integradora e um discurso acessível ao leigo, pois também eles sucumbiram ao domínio da especialização. A censura aplicada à literatura (e outras arte) no período colonial e também durante o regime ditatorial, só servem para reafirmar o poder exercido por ela sobre a sociedade.
“A função social comporta o papel que a obra desempenha no...
tracking img