Na proficiência e na oportuna compilação do capítulo 12, “A linguagem e o cérebro”, os autores com a sua qualidade e minúcia de análise, entrelaçam agilmente reflexões teóricas, com consideraçõespráticas, sobre as tentativas que existem na descoberta de compreender as complexidades das capacidades cognitivas humanas na aquisição da linguagem, trata-se de um texto organizado, onde é referido que ainvestigação anatómica, psicológica e comportamental do cérebro é de extrema importância para fundamentar esta descoberta, por conseguinte a Neurolinguística é a ciência mais perfeita no que dizrespeito ao estudo aprofundado das relações entre linguagem, cérebro e cognição. Os neuropsicológicos que estudam a linguagem tentam compreender como utilizamos e combinamos as palavras para formar frasese transmitir os conceitos elaborados pelo cérebro. Investigam também como compreendemos as palavras expressas por outros e de que forma o cérebro as transforma em conceitos.
Segundo, N. Geschwind,tanto as definições, quanto as delineações no campo do desempenho da Neurolinguística que encontramos espalhadas pela literatura produzida neste capitulo e em diferentes campos, revelam que asfronteiras que a delimita, é algo questionável e de grande investigação. Em 1848, com o “imortal” acidente de Phineas Gage (Na escola de Medicina de Harvard, em Boston, está o crânio de Phineas e a viga deferro), a sua cabeça terá sido perfurada por uma enorme viga de ferro, e a ciência entendeu a partir daí, que a constituição do cérebro e a sua funcionalidade era de uma complexidade extrema, pois ascapacidades cerebrais de Phineas não terão sido totalmente afectadas. Por conseguinte o interesse e a investigação dedicados às muitas funções do cérebro é inquestionável, existem diversas hipóteses nosentido de descobrir onde se localizam no cérebro, os centros das capacidades da linguagem, e de acordo com esta temática existem várias teorias. Franz Joseph Gall, por exemplo sugeriu que a... [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2011, 03). A linguagem e o cerebro. TrabalhosFeitos.com. Retirado 03, 2011, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/a-Linguagem-e-o-Cerebro/5049.html

MLA

"A linguagem e o cerebro" TrabalhosFeitos.com. 03 2011. 2011. 03 2011 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/a-Linguagem-e-o-Cerebro/5049.html>.

MLA 7

"A linguagem e o cerebro." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 03 2011. Web. 03 2011. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/a-Linguagem-e-o-Cerebro/5049.html>.

CHICAGO

"A linguagem e o cerebro." TrabalhosFeitos.com. 03, 2011. Acessado 03, 2011. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/a-Linguagem-e-o-Cerebro/5049.html.