A linguagem da internet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TATIANA SANTANA RODRIGUES F. CEZAR














A LINGUAGEM NA INTERNET: A LÍNGUA ESCRITA E QUASE FALADA EM “SALAS DE BATE-PAPO”





Projeto inicial de Dissertação de Mestrado














Goiânia, setembro de 2003.

A LINGUAGEM NA INTERNET: A LÍNGUA ESCRITA E QUASE FALADA EM “SALAS DE BATE-PAPO”









TEMA E PROBLEMA


O temadessa pesquisa se insere no âmbito dos fenômenos de massa que têm exercido um papel demasiado representativo na vida das pessoas. Aqui, destaca-se, especificamente, a linguagem utilizada na comunicação pela internet, por meio da análise de mensagens trocadas no chamado “tempo real”, ou seja, os “bate-papos” entre os usuários da rede. Ao que tudo indica, a linguagem utilizada nessas “salas” parece serfuncionalizada, fazendo com que se percam os elementos que promovem a reflexão e o pensamento. Desta forma, a questão que se coloca aqui, em seus termos mais gerais, pode ser formulada da seguinte maneira: a linguagem utilizada na internet, com suas abreviações, símbolos e sinais, seria um dos elementos que atualmente estariam impedindo a reflexão e o pensamento de seus usuários?

JUSTIFICATIVAO objetivo principal desta pesquisa é investigar a linguagem utilizada na comunicação pela internet, por meio da análise de mensagens trocadas no chamado “tempo real”, ou seja, os “bate-papos” entre os usuários da rede, e os possíveis desdobramentos desta linguagem para a formação dos indivíduos.


Esta proposta visa tentar responder algumas das inquietações surgidas deoutro projeto desenvolvido anteriormente. Tal projeto, denominado O uso da língua portuguesa escrita e falada em tempo real na internet: experiência desenvolvida com internautas de alguns provedores”[1] que tinha como propósito verificar se a linguagem utilizada por internautas indicava um empobrecimento da língua portuguesa culta, suscitou algumas indagações, as quais nortearam o desenvolvimentodeste projeto. Talvez a questão mais fundamental surgida possa se expressar nos seguintes termos: É possível que se pense na linguagem independentemente das questões políticas e econômicas? Em outros termos: a linguagem utilizada em determinados contextos apenas expressa o desejo, as aspirações de cada interlocutor, ou se constituiria, também, como um importante instrumento de controle daspessoas?


A partir desta questão outras surgiram: Que características possui a linguagem utilizada na internet? Que relações existem entre as mudanças econômicas e políticas e as alterações ocorridas na linguagem? Quais os possíveis desdobramentos da linguagem utilizada na internet para a formação dos indivíduos?


Estas e outras questões se apresentam de modo decisivo pois alémdo fato de que a cada dia mais e mais pessoas se comunicam por esse meio, estamos em um momento em que verificamos a inserção massiva de computadores nas escolas, com projetos governamentais incentivando o seu uso e institucionalizando um recurso que, apesar de trazer inúmeros benefícios, não pode ser utilizado sem uma profunda problematização.


E certamente não é por acaso queparticularmente a escola exerça esse papel.


Podemos observar que, no mundo moderno, uma instituição que sempre ocupou um lugar privilegiado para o controle e para a formação dos indivíduos foi a escola. Desde as origens da escola pública, laica, ela se apresentou como uma instituição de mediação social privilegiada, mantendo, também por isso, estreitas relações com o mundo político eeconômico.


Dito de outro modo, a escola moderna, como instituição surgida nos auspícios da consolidação do capitalismo, se configura como espaço social privilegiado para a adaptação e o controle do indivíduo às necessidades apresentadas por este modo de produção. Com esta afirmação, certamente não reconhecemos a escola apenas como um “Aparelho Ideológico de Estado”. Ao mesmo tempo que...
tracking img