A libras como disciplina no ensino superior

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1815 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Pará
Instituto de Ciências da Educação
Programa de Pós-Graduação em Educação
Curso de Docência do Ensino Superior

Yonilce Ferreira Pamplona

Resenha do texto: A libras como disciplina no Ensino Superior
(ROSSI, Renata Aparecida)

Trabalho apresentado a disciplina de Metodologia do Trabalho Científico, orientado pela Profª. Dra. Sônia de Jesus Nunes Bertolo,como requisito avaliativo.

Belém - Pará
2012
ROSSI, Renata Aparecida. Revista de Educação. A libras como disciplina no Ensino Superior. Vol. 13. Nº 15. Ano 2010.
Resumo
O artigo trata da discussão sobre o processo inclusivo, abordando o pensamento segregatórias incutida na sociedade, apontando assim, os costumes e crenças. Nesse sentido a autora inicia uma argumentação assinalando aspossibilidades de mudanças na concepção social, principalmente no que concerne a ensino de alunos surdos.
Apresenta ainda as vantagens da introdução da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) enquanto disciplina nos cursos de formação dos professores, por fim, aponta a legalidade do uso das Libras na perspectiva curricular de acordo com a legitimidade, bem como sua eficiência no processoensino-aprendizagem.
Introdução
A autora inicia seu trabalho esclarecendo alguns termos, dentre eles o conceito de inclusão em seguida argumenta sobre seu objeto de pesquisa e suas inquietações. “Essa pesquisa pretende elucidar que se faz necessário superar práticas segregatórias e realizar ações eficientes frente ao aluno incluso”. A partir daí, enfatiza os processos curriculares e a qualificação dos professorescom base na necessidade de cada aluno.
Desenvolve sua discussão apresentando os processos históricos da inclusão escolar, traçando um panorama sobre a integração e a normatização, em seguida conceitua tais nomenclaturas, sendo que ara a autora “a integração tem como o objetivo atender os alunos com algum tipo de deficiência no ensino regular e a normatização cuida para que as condições para essaintegração sejam as mais normalizadoras possíveis”.
Para a autora inclusão é “estar com”, “é conviver com o outro, é participar da família e comunidade em uma proposta educacional que respeite a diversidade humana”, assim a autora lança mão de Sassaki (1997), afirmando que “a abordagem ideal de instituições inclusivas é considerar seus usuários como cidadãos como direitos com direitos a maiorautonomia física e social.” Desse modo para a autora à inclusão esta relacionada à estrutura organizacional de cada instituição.
Nesse contexto a autora abre um leque sobre estrutura organizacional, mostrando que a mesma deve esta preparada para atender as diferentes necessidades educacionais.
Em nível de esclarecimento a autora aponta seu objetivo especifico que é investigar a deficiênciaauditiva, enfatizando que trata-se de uma “privação sensorial na área da audição as consequências são relevantes no que se refere ao desenvolvimento emocional, social e educacional” Atrela ainda a comunicação ao aprendizado, aproveita para complementar nas teorias de Vygotsky (1993), afirmando que o “processo de desenvolvimento de todo e qualquer sujeito a Linguagem tem um lugar central:” a mediação nasinterações e significados por excelência.
Ressalta ainda o prejuízo do aluno devido o professor não compartilhar a mesma língua, nesse sentido a Rossi considera imprescindível à inclusão de LIBRAS no currículo dos cursos de licenciatura, principalmente no que diz respeita a formação de professores.
A autora traz um aprofundamento sobre LIBRAS conceituando e mostrando que a mesma está pautadapelo Plano Nacional de Educação Especial (MEC/SEEEP, 1994) “propõe o incentivo ao uso e a oficialização de Libras”.
No decorrer da produção são postas inúmeras críticas, dentre elas podemos citar: “os alunos com necessidades especiais se adaptam as escolas, aos métodos dos professores aos espaços físicos inadequados ao invés do sistema educacional se adequar-se as suas necessidades”; “o professor...
tracking img