A inserção do profissional de serviço social na contemporaneidade: limites e desafios.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2374 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A inserção do profissional de Serviço Social na contemporaneidade: limites e desafios.

Janaína Vale Pestana¹

RESUMO

Este artigo tem como objetivo analisar a historicidade da trajetória do fazer profissional, através de um breve relato situacional do surgimento da profissão, como também analisar o Código de Ética profissional de1993, que vem consolidar a profissão enquanto classe, com direitos e deveres, e dentro deste contexto mostrar as ambíguas relações profissionais que se estabelecem dentro dos campos de atuação na contemporaneidade com suas limitações e desafios.

Palavras Chaves: Trajetória Profissional, Código de Ética, Contemporaneidade.

The inclusion of professional social work in contemporary society:challenges and limits.

ABSTRACT

This article aims to analyze the historical trajectory of professional activity, through a brief account of the emergence of situational profession, and also check the Code of Professional Ethics of 1993, which consolidates the profession as a class, with rights and duties, and within this context to show the ambiguous relationships that are establishedprofessionals within the fields of work nowadays with its limitations and challenges.

Keywords: Trajectory Professional, Code of Ethics, Contemporary.

1 INTRODUÇAO

A prática profissional do Serviço Social desde seus primórdios nasce através da necessidade de se dar uma resposta para a demanda social criada pela Revolução Industrial no século XVIII. A situação social e de trabalho vivenciada porestes trabalhadores, e sua conseqüente luta por conquista de direitos formam as condições necessárias para a gênese da profissão.
O papel do Assistente Social nasce justamente para mediar essa situação conflitiva, neste cenário de ampla disputa e ambigüidades sociais, onde a classe burguesa se beneficia do trabalho “manipulador” e assistencialista dos assistentes sociais, frente as massastrabalhadoras, no sentido de levá-los a uma “conformação”
______________________
¹Discente do Curso de Serviço Social, da Universidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão – Unisulma.

e conseqüente desmobilização reivindicatória. Os empregadores desejam ainda, que o profissional de Serviço Social desempenhe um papel de investigador, infiltrado no meio dos trabalhadores para lhes mantereminformados a respeito de todas as etapas do processo de mobilização sindical realizada pelos trabalhadores.
A princípio utilizando-se das doutrinas religiosas da Igreja Católica e sua benemerência, o Serviço Social desempenha um papel assistencialista, pautado nas correntes filosóficas positivistas, neotomistas e fenomenológicas, que consistem na observação dos fatos tais quais estes seapresentam, sem se adotar uma visão crítica do contexto social nos quais os fatos ocorrem, além de atribuir a funcionalidade desempenhada pelos atores que compõe a sociedade, onde cada um tem a sua função especifica, e quando se tenta questionar ou alterar essa lógica funcional se estabelece um desequilíbrio na sociedade.
Com o avanço do capitalismo na sociedade e suas conseqüentes modificações,o Serviço Social também passa por um processo questionador de sua prática profissional, onde a realidade presenciada pelos profissionais se choca com a teoria apregoada pelas vertentes teóricas norteadoras do fazer profissional até então estabelecida. Tem-se o início assim do Movimento de Reconceituação da profissão, que consistiu no processo de redefinição do pensamento e da práticaprofissionais, onde o Serviço Social se abre para a discussão teórico-metodológica, prática e ideológica da profissão com as outras ciências, levando o debate para o nível acadêmico, no qual este se reconhece na corrente crítico-dialética marxista devendo o Serviço Social se situar no meio de uma sociedade de classes e devendo articular-se mediante as reais necessidades da classe trabalhadora em suas...
tracking img