A influência do sistema capitalista na produção do comportamento humano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3815 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Qual a Influência do Sistema Capitalista na Produção do Comportamento Humano

O sistema capitalista é movido à consumo e lucro. A essência do capitalismo é a liberdade econômica. Práticas como empréstimos hipotecários de alto risco e fraudes corporativas são efeitos colaterais de um sistema que gira em torno do direito que as pessoas têm de alcançar seus objetivos financeiros sem o envolvimentodo governo. Adam Smith, um dos teóricos mais influentes da economia moderna, responsável pela Teoria do Liberalismo Econômico, pode ter desejado separar a economia da política, entretanto, a economia está fortemente ligada a idéias que discutem a posição do indivíduo na sociedade, logo, essa ligação tem muito a ver com política.

Há, na verdade, somente duas abordagens básicas em um sistemaeconômico moderno (sem base em permutas), embora possamos encontrar infinitas variações dessas duas abordagens por todo o mundo. Um tipo de economia é a economia de livre mercado. Isso é o capitalismo. O outro tipo é a economia planejada, que algumas pessoas chamam de economia comandada ou economia Marxista.

Quanto mais você compra, mais lucro as empresas têm, então, com esse lucro, novastecnologias são aplicadas e novos produtos são lançados, e o ciclo recomeça. Isso renova o capitalismo, para que ele não acabe.
Existem muitas maneiras de conceber a economia como um ramo do conhecimento. Para os economistas clássicos, como Adam Smith, David Ricardo e John Stuart Mill, a economia é o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). Poroutro lado, para os autores ligados ao pensamento econômico neoclássico, a economia pode ser definida como a ciência das trocas ou das escolhas. Neste caso, para seguir a definição proposta por Lionel Robbins, a economia lidaria com o comportamento humano enquanto condicionado pela escassez dos recursos: a economia trata da relação entre fins e meios (escassos) disponíveis para atingi-los. Destemodo, o foco da ciência econômica consistiria em estudar os fluxos e meios da alocação de recursos para atingir determinado fim, qualquer que seja a natureza deste último. Segundo os economistas austríacos, especialmente Mises, a economia seria a ciência da ação humana proposital para a obtenção de certos fins em um mundo condicionado pela escassez.
Necessidades Humanas. Bens e Serviços. RecursosProdutivos ou Fatores de produção. Agentes Econômicos. Mercado. Preços. Renda e Riqueza.
A Economia é uma Ciência Social pois se ocupa do comportamento humano e estuda como as pessoas e as organizações na sociedade se empenham na produção, troca e consumo de bens e serviços.

Capitalismo
Capitalismo é definido como um sistema econômico ou sócio-econômico baseado na propriedade privada dos meiosde produção, no lucro, nas decisões quanto ao investimento de capital feitas pela iniciativa privada, e com a produção, distribuição e preços dos bens, serviços e mão-de-obra afetados pelas forças da oferta e da procura.

Relações de Consumo e Produção
O presente trabalho trata da análise dos reflexos da globalização na agricultura, especificamente, no modelo agroalimentar (a questão daverticalidade) e as resistências ao modelo hegemônico, a partir da produção de alimentos pela agricultura familiar e do consumo diferenciado (a questão da horizontalidade). Além disso, pretende-se abordar as relações de poder entre os modelos dominante (agroindustrial) e o alternativo (desenvolvimento rural). Para isso, utilizar-se-á como panorama empírico o Programa Nacional de Alimentação Escolar-PNAE,por ser uma política pública que parece estar mudando seus propósitos ao incentivar o modelo alternativo. Em um cenário macroeconômico neoliberal, os sistemas alimentares nacionais favorecem apenas os médios e grandes produtores nacionais, sendo que o conjunto de medidas adotadas como centrais ao novo quadro institucional e a adesão à OMC acabaram por dificultar ainda mais a permanência de...
tracking img