A influência da interculturalidade no processo de internacionalização de empresas no setor têxtil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A globalização trouxe grandes oportunidades de crescimento econômico, mas também trouxe maior pressão competitiva para as empresas. Dentro deste contexto se torna necessário para empresas serem mais flexíveis e ágeis respondendo às mudanças de mercado, adotando estratégias que estejam alinhadas com aumento de economia de escala, com a padronização da produção, com aestrutura organizacional globalizada (SCHNEIDER e BARSOUX, 2003).
Para Castleton, em 2006 (apud LISBOA, 2008), o contexto no qual o trabalho é desempenhado e socialmente posicionado está passando por uma considerável mudança como conseqüência da internacionalização das empresas. O ambiente global de negócios vem sendo redefinido com a reintegração da Europa e a emergência de economias de países emdesenvolvimento da Ásia e da América do Sul. Surgem assim novas formas de competição e cooperação tanto quanto um avanço nas tecnologias de informação.
Com a internacionalização, os negócios internacionais crescem, as habilidades são alavancadas em um conjunto extenso de mercado aumentando as chances de melhoria do desenvolvimento internacional no que se refere à lucratividade. Dessa formaa internacionalização significa uma oportunidade de crescimento e de criação de valor para organização (HONÓRIO e RODRIGUES, 2006).
De acordo com Rosa e Rhoden (2007) o processo de internacionalização foi impulsionado na década de 1980 em conseqüência das mudanças nos negócios internacionais, ocasionados pelos avanços tecnológicos e financeiros, além do desenvolvimento dos mercados. Nopassado a internacionalização era mais freqüentemente observada em empresas originadas em países desenvolvidos, isso em razão do alto nível de desenvolvimento tecnológico e da maior capacidade financeira para investimentos estrangeiros. Com o passar dos anos, o desenvolvimento do mercado global e a evolução das relações comerciais fez com que países em desenvolvimento pudessem buscar crescimento deseus mercados internacionalmente. De fato o mercado atual e globalizado está mais competitivo, entretanto atuar nesse mercado aumenta a capacidade de sobrevivência da organização.
Tendo em vista esse novo cenário globalizado, Trompenaars (1994) afirmou que muitos produtos e serviços são comuns aos mercados mundiais, mas se deve desviar a importância do que realmente são e onde sãoencontrados fisicamente, para o que significam para cada cultura e, assim, pode-se analisar mais profundamente o comportamento de cada mercado e criar uma estratégia mais específica e eficaz para atuar em cada cultura.
Ainda segundo Trompenaars (1994), a cultura é o meio no qual alguns dilemas são reconciliados, pois cada nação possui uma maneira diferente de enxergar seus ideais. Todos os países etodas as organizações enfrentam dilemas com relação aos relacionamentos entre as pessoas, dilemas relacionados a prazos e dilemas entre os indivíduos e o seu ambiente natural. Enquanto as culturas diferem bastante em como abordam estes dilemas, as mesmas não diferem na necessidade de dar algum tipo de resposta a estes dilemas.
Nesse contexto, surgiu a questão de pesquisa deste trabalho: comoa interculturalidade influencia no processo de internacionalização de empresas do setor têxtil brasileiro?
A variável independente foi definida como a Interculturalidade e a variável dependente foi o Processo de Internacionalização de Empresas do Setor Têxtil.
É inegável que os relacionamentos econômicos internacionais foram transformados pela globalização e que estes, por sua vez,transformaram as esferas econômica, social e política de sociedades e cidadãos, sendo que esse processo de relacionamentos supraterritoriais caracteriza-se por um complexo conjunto de interconectividade e interdependências, cujos resultados são influenciados por um número cada vez maior de atores, que competem por recursos, mercados e legitimidade (SANER, 2004).
Tendo em vista esse cenário,...
tracking img