A influência da administração para as igrejas evangélicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 113 (28021 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

1.1 Caracterização da organização e seu ambiente

Tendo em vista a grande diversificação de denominações evangélicas e a grande similaridade entre as mesmas, no tocante ao estudo do tema proposto, procuramos mencionar aquelas que mais se destacam no cenário nacional e que mais poderiam contribuir para o enriquecimento desta obra.

Este trabalho não visaexpor nenhuma denominação evangélica, seja positivamente ou negativamente, e sim aproveitar, de uma forma salutar, suas boas ou más experiências, procurando contribuir para que erros sejam corrigidos e acertos sejam aperfeiçoados, visando um bem maior, que é o engrandecimento do Reino de Deus.

Por ocasião do início deste trabalho, encontramos alguma dificuldade em termos de materialpara pesquisa, haja vista se tratar de um assunto novo no contexto da administração e para o meio evangélico. Toda via, com muita dedicação e esforço, conseguimos alcançar nosso objetivo. Por isso temos a certeza de que este trabalho poderá ajudar os interessados no assunto e servirá de fonte de pesquisa para novos estudos do tema.

1.2 Problemática

Poderíamos encontrar na doutrinada administração fundamentos que pudessem ser empregados nas Igrejas Evangélicas, haja vista que a maioria delas não possui na sua estrutura nenhum tipo de organização formal, legal ou financeira, são entidades sem fins lucrativos e possuem um cunho basicamente sócio-religioso?

1.3 Objetivos

1.3.1 Objetivo geral

• Verificar a influência da administração para as IgrejasEvangélicas
1.3.2 Objetivos específicos

• Determinar os conceitos básicos, a origem e os fundamentos bíblicos sobre Administração Eclesiástica;
• Analisar a importância do tempo para a administração eclesiástica;
• Analisar os efeitos da secularização do Estado, do pluralismo e do mercado religioso sobre as igrejas evangélicas; e
• Analisar o que é o marketing, suaaplicabilidade na igreja e os benefícios e riscos decorrentes de seu uso.

1.4 Justificativa

A justificativa deste trabalho consiste no fato das Igrejas Evangélicas terem alcançado um crescimento considerável no nosso País, representarem hoje uma parcela significativa da população brasileira, possuírem uma influência importante no meio sócio-político-econômico, inserirem um númeroconsiderado de representantes políticos no cenário nacional e estarem presentes de uma maneira impactante na mídia, a ponto de despertarem o interesse de alguns estudiosos da administração para a sua aplicabilidade no seio das Igrejas.

Temos a certeza de que este trabalho justifica-se, apesar de abordar um tema novo, pela tentativa de mostrar um pouco do que tem acontecido com as igrejasevangélicas e de como elas alcançaram patamares tão elevados em tão pouco tempo, com números tão expressíveis, após aplicarem os fundamentos da administração na sua estrutura organizacional.

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 Histórico da administração

O termo “administração” vem do latim ad (direção, tendência para) e minister (subordinação ou obediência), designa o desempenho de tarefas dedireção dos assuntos de um grupo.
O conceito de administração é bastante amplo, mas em todas as definições existem duas palavras-chave: gerenciamento e organização. Isso pode ser comprovado nas palavras dos estudiosos Stoner e Feeman, os quais ensinam que Administração é o "processo de planejar, organizar, liderar e controlar o trabalho dos membros da organização, e de usar todos osrecursos disponíveis da organização para alcançar os objetivos definidos”.

A administração é uma ciência social que está relacionada a todas as atividades que envolvem planejamento, organização, direção e controle. A tarefa da administração é a de interpretar os objetivos propostos pela organização e transformá-los em ação organizacional por meio de planejamento, organização, direção...
tracking img