A industria brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1122 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Parte superior do formulário
shvoong.comA fonte global de Resumos e Críticas
* Registrar-se
 
* Entrar
 
* Use f
 
* Escreva e ganhe
 
* Categoria
 
Idiomas
Procurar
Shvoong Home>Negócios E Finanças>Tecnologia - Gestão De Operações>Crítica de A industrialização no Brasil
A industrialização no Brasil
Críticado Artigo   por:FlordaLua     Autor : Oswaldo Piffer 
* Summary rating: 2 stars (236 Avaliações) 
* Visitas : 29764 
* Palavras:600  
* Comentários : 6
Mais Sobre : industria de base no brasil
  
 
 
Ads by Google7 Segredos do Marketing  Livro: Os 7 Segredos do Marketing num Mundo Multicultural. 2x R$23,28 
meioemensagem.com.br/livros Economia de Agua  Reduzir conta d´águaVaso Economico Condomínios Escolas Hotéis Hospital 
www.projetocura.com Produtividade Industrial  Reduzir custos e riscos, agregando inteligência e expertise: TA Cook 
www.tacook.com  |
As primeiras indústrias surgiram no país no século XX e eram basicamente industrias de bens de consumo não duráveis _ alimentícias têxteis e outras.
 A dificuldade de importar devido aos autos preços dosprodutos agrícolas nacionais favoreceram a industrialização após 1930.
 O desenvolvimento das atividades agrícolas, principalmente a cafeicultora, gerou condições de acumulação de capitais, para a criação e o desenvolvimento das atividades industriais.
 As dificuldades em importar aliadas à necessidade de manter a produção industrial durante o período da Segunda Guerra Mundial _ 1939/1945 _,impulsionaram a criação das primeiras industrias de base _ setor industrial que alimenta os demais.  
 Um importante e diversificado parque industrial começa a ser montado no Brasil a partir da década de 1950. Foram inauguradas industrias de base, também chamadas de bens de produção ou bens de capital, como siderúrgicas, petroquímicas e mecânicas; que permitiram nos anos subseqüentes, a ampliação dasindustrias modernas ou de bens de consumo duráveis, portadoras de tecnologia avançada.
 O Estado com financiamento publico e por meio de suas empresas investiu na montagem da infra-estrutura básica _ estradas,portos e usinas hidrelétricas.
 A partir de 1950, através de uma política de incentivos fiscais, de cambio e outras vantagens oferecidas pelo governo, empresas transnacionais montaram no paissuas subsidiarias, sobretudo no setor de industrias modernas ou de bens de consumo duráveis.
Ads by GoogleRelatório 2011 Votorantim  Conheça o Relatório Único 2011 - Anual e de Sustentabilidade 
www.votorantim.com.br Maquinas para tinturaria  equipamentos p/tingimento de fios maquinas de tinturaria 
www.wix.com/gps456/trafil  |
 Secundariamente, as transnacionais investiram e controlaram asindustrias de bens de consumo não-duráveis ou tradicionais.
 A partir da década de 1980, o chamado modelo do Estado Nacional Desenvolvimentista, que lançou as bases da industrialização no país com forte estatização da economia, foi lentamente de esgotando; nascendo a partir daí _ dadas varias crises _, o Programa Nacional de Privatizações.
 Paralisado pelas dividas o Estado empenhou-se emtranferir parte de seu trabalho produtivo à iniciativa privada, caracterizando a inserção do Brasil no modelo neoliberal da economia, a partir de 1990.
 Apesar diversidade e complexidade, a industria brasileira ainda é muito dependente da importação de bens de produção, insumos básicos e sobretudo, de tecnologia estrangeira.
Publicado em: 07 dezembro, 2008   
Por favor, avalie : | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 || | |
Escreva seu próprio     Comentário
Mais Sobre : industria de base no brasil
Ads by Google
Fima Brasil 15-18 de Maio  Feira Ind. Manutenção e Automação Santos-SP-Mendes Convention Center 
www.fimabrasil.com.br 
Vagas de Emprego Abertas  Seu Novo Emprego Está Aqui. 200.000 Vagas Abertas. Cadastre-se! 
Empregos.Manager.com.br/Cadastre-se 
Trabalho  É grátis e sem limite de...
tracking img