A indisciplina e a escola atual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3722 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A INDISCIPLINA E A ESCOLA ATUAL


Andreia Trevisani Gonçalves[1]
Marta Regina Schaedler[2]
Eliane do Carmo Corso³

Resumo: O objetivo desta pesquisa é refletir sobre aspectos teóricos e legais referentes a indisciplina na escola dos dias atuais. A indisciplina associa-se à desordem, ao desrespeito de regras de conduta e à falta de limites. Atualmente a escola recebe alunos com inúmerasdiversidades, tendo em vista que os valores e costumes não são os mesmos que de alguns anos atrás, o que faz com que as regras também sejam modificadas, de acordo com este novo público. Para melhor compreender qual é o entendimento e as ações realizadas pelos professores diante de casos de indisciplina, realizamos uma pesquisa de campo, onde percebemos que o próprio conceito de indisciplina aindaé confundido com falta de atenção; paralelamente, verificamos que o trabalho pedagógico com alunos indisciplinas têm chamado a presença da família na resolução de tal problema. As considerações finais apontam para a necessidade de reflexão constante sobre as próprias regras da escola bem como o envolvimento da família na escola, não deixando para esta a tarefa de, sozinha, solucionar casos deindisciplina, na perspectiva de que o aluno comporta-se na escola conforme a orientação educacional que recebe em casa.

Palavras-chave: Indisciplina. Aluno. Escola. Família.


INTRODUÇÃO


O texto aborda aspectos teóricos e legais referentes a indisciplina na escola. A realidade de cada escola em relação a sua comunidade, suas características, metas, direitos e deveres são expressadosnos Projetos Políticos Pedagógicos e Regimentos Internos que normatizam e regulamentam o funcionamento de cada estabelecimento de ensino, amparados também nas normativas do sistema estadual de Educação do Paraná.
A compreensão aliada a necessidade da reflexão e do estudo constante sobre a (in)disciplina na escola, pode contribuir para clarear elementos presentes no cotidiano escolar,Segundo Aquino (1996), as crianças estão amadurecendo precocemente, desenvolvendo novos valores impulsionados pelas mudanças culturais, sociais, econômicas e tecnológicas da contemporaneidade. A escola enquanto instituição tem a função de transmitir os conhecimentos sistematizados historicamente com o objetivo de formação dos sujeitos, no entanto, muitas vezes, fica limitada a regras e costumestradicionais, não acompanhando as mudanças nos diferentes setores sociais e no comportamento dos indivíduos a partir de um processo dialético.
De acordo com Abramovay (2003) é por meio da escola que as pessoas têm uma formação sistematizada, sendo a ação educativa a responsável por estabelecer uma relação ativa e transformadora.


A escola e seus profissionais formam umuniverso capaz de propiciar o desenvolvimento do aluno, bem como de criar condições para que ocorram aprendizagens significativas e interações entre alunos, professores, diretores e demais membros da equipe técnica que favoreçam ou não os processos informativos e de comunicação na escola (ABRAMOVAY, 2003, p. 33).


É nesse ambiente de diversidades que são comuns os casos de indisciplina.A indisciplina de modo geral associa-se à desordem, ao desrespeito de regras de conduta e à falta de limites.


Nas escolas, existem regras aplicadas ao cotidiano, sobretudo aos alunos. Entre as regras internas, as que mais suscitam reações variadas são as que se relacionam com a observância do horário das aulas, o uso do uniforme, a identificação e as práticas permitidasou proibidas no espaço escolar (ABRAMOVAY, 2003, p. 34).


Somam-se a essas regras, as conversas paralelas durante a explicação do docente ou a exposição do colega, as respostas abusivas e o tom de voz elevado. Adiciona-se a isto a diversidade cultural, sendo que as mais diferentes raças, credos, valores econômicos e sociais convivendo em conjunto podem causar a indisciplina na...
tracking img