A importancia do renascentismo para a compreensão de maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A IMPORTANCIA DO RENASCENTISMO PARA A COMPREENSÃO DE
MAQUIAVEL

São Paulo
2008

Introdução

A IMPORTANCIA DO RENASCENTISMO PARA A COMPREENSÃO DE
MAQUIAVEL

Para uma compreensão aprofundada e localizada espacial e temporal dos princípios deste pensador que, através dos tempos viria se tornar substantivos através da importância de seus conceitos,é
de relevante importânciacitarmos e situarmos as transformações intelectuais que ocorriam neste
período na sociedade florentina, Itália. O Renascentismo, movimento que se inicia no final do século XV, que viria a revolver as disciplinas intelectuais da Idade Média voltou suas fontes de pensamento ao período da Antiguidade Clássica, estudada na fonte pelos humanistas, só que agora, sem a transferência de valores que ocorria soba égide cristã. Observaremos,que neste momento da história firmar-se-ão os grandes Estados monárquicos, tais quais a França, Inglaterra,Espanha, onde seus governantes se afastarão cada vez mais das pretensões contrárias ou favoráveis do Imperador e do Papa.

Neste período, a economia mundial passará por revolução,com a descoberta da América, por Colombo, a rota das Índias por Vasco da Gama.Não obstante o processo econômico, teríamos o advento da imprensa, que mudaria para sempre o trata das questões humanistas. Testemunhamos neste período então a busca pela descoberta, a necessidade da crítica, o rompante de atacar os dogmas, o novo olhar do Homem sobre o Divino na eminência de se opor ao seu criador despertou a natureza que até então estava aprisionada sobre as orientações religiosas.Era um novo indivíduo
que aos poucos se libertará da longa disciplina católica da Idade Média e buscar um novo caminho, renovado, onde este novo indivíduo goza e explode agressivamente a sua emancipação. E essa explosão de descoberta se dará no campo da estética, carnais e intelectuais.

O PODER

Estudo da história dos homens em sociedade nos leva a enxergar uma natureza belicosaexistente no tempo e no espaço, compreendida na própria existência humana. Uma história de guerras, conquistas, derrotas e vitórias. Por essa razão, vale recuperar uma pergunta central em O Príncipe de Maquiavel: como reconhecer a força necessária capaz de manter um Estado? Eis uma questão válida para refletir sobre o valor da guerra na conservação dos principados liderados por homens de valores própriose tidos como dignos da soberania. Príncipes almejantes da glória e da arte de bem governar pela lei e pelas armas. Homens espelhados na visão histórica, renascentista e política de Maquiavel.
A concepção da política maquiaveliana fundamenta-se no fato de que é impossível existirem boas leis e boas armas se não houver um homem de Estado ousado e viril, como um modelo a ser seguido. Daí o príncipeprudente ser esse exemplo para os homens que o seguirão. Nessa perspectiva, pode-se notar que a política em Maquiavel reflete o conflito moral quando do uso dos meios da força física, objetivando fins inteiramente acima dos limites da ética puritana. Outro aspecto fundamental é a riqueza em aprender com as “lições” do passado: seguir os passos dos grandes homens no trato da guerra, ao seconfigurar o conflito com outros blocos de poder. Para compreendermos esse aspecto importante da visão maquiaveliana, é necessário que consideremos as influências intelectuais na formação política do florentino.

Falando sobre a Obra

Maquiavel fala detalhadamente sobre todos os fatores que julga ser de necessário conhecimento de um príncipe, ou governante. Explica e confere a essa explanação oemprego de exemplos da época, ou mesmo antigos, que justificam o conteúdo explicitado. Numa tentativa de divisão entre os principais temas abordados pelo autor, podemos separá-los em três grandes blocos: os principados, os príncipes e sobre o que circunda esses dois últimos (exércitos, milícias, povo, ministros), esta divisão não segue a ordem com a qual os capítulos estão dispostos na obra.
No...
tracking img