A importancia do ciclo maua na economia brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2554 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mauá, a força que mobilizou o Brasil

Introdução
No segundo reinado, sobre a tutela de Dom Pedro II, que iniciamos nossa trajetória de percepção daquilo que poderia ser o grande impulso para o Brasil: investir na indústria. Perceber a industrialização como nova fonte de renda era o ponto pelo qual o Brasil começava a vislumbrar pelo entendimento de Mauá, não mais apenas a produção rural e oselementos alimentícios. Ficar “refém de uma monocultura” deveria ser a postura não mais adotada. Ser dependente de um grupo e de uma classe de produção foi um risco enorme que corremos e que pagamos caro. Era o raciocínio que Mauá buscaria trazer para o império. Esta inspiração veio do Conde de Saint Simon que irá preconizar a indústria como elemento produtivo principal de riquezas para o país. Oavanço das ciências determinaria a mudança político-social, além das bases da moral e da religião. Aqui no Brasil, a extinção do tráfico negreiro, seguida, no mesmo ano de 1850, pela promulgação da Lei de Terras, a centralização da Guarda Nacional e a aprovação do primeiro Código Comercial viabilizaram algumas mudanças importantes no nosso cenário. Também neste período, como consequência da TarifaAlves Branco, de 1844, os produtos importados tiveram um aumento nas suas taxas. Assim, a arrecadação de impostos para o império cresceu significativamente. Também, com o encarecimento das importações, alguns produtos básicos começaram a ser produzidos aqui no Brasil, inclusive tecidos. Começou-se a investir na estrutura do país, pois era necessário criar mecanismos que pudessem dinamizar osdesenvolvimentos que estavam acontecendo. Bancos, caixas econômicas, companhias de seguro, empresas industriais, companhias de colonização foram se instalando, especialmente na Corte e em algumas cidades mais desenvolvidas. É neste contexto que um grande visionário, capaz de transformar os sonhos e interesses nacionais em realidade vai conquistar importantes vitórias. O Sr. Irineu Evangelista de Souza,o Barão de Mauá, que sai do comércio e percebe na produção industrial um veio que deveria ser explorado. Era a chance de o Brasil entrar para o hall dos produtores. Era galgar patamares e expectativas nunca dantes vistos.

Irineu Evangelista, de comerciante a industrial
Muitos são os feitos notáveis de pessoas visionárias que compartilham de sua inteligência e saber, com parte da sociedade.Uma destas grandes figuras, do Brasil, no século XIX foi Irineu Evangelista de Souza, nascido na cidade de Nossa Senhora da Conceição do Arroio Grande, na Capitania Del-Rey de São Pedro do Sul, estado do Rio Grande do Sul, no dia 28 de dezembro de 1813. O povoamento teve início em 1803, através de Manuel Jerônimo de Souza, avô do Barão de Mauá e a área da atual cidade foi doado por, Manuel de SouzaGusmão em 1812. A ocupação foi feita por etnias portuguesas e mesclas de espanhóis. Foi elevada a categoria de distrito de Jaguarão em 1812 e tornou-se município emancipado de Jaguarão em 1873. Depois do falecimento de seu pai, Irineu foi mandado para os estudos, ao contrário de ficar na estância dos seus. Era comum naquele tempo, que os pais colocassem seus filhos para trabalhar desde cedo, a fimde que pudessem aprender os ditames da estância, bem como seu funcionamento. Em consonância com os costumes da época, os meninos, mesmo nas famílias de posse, eram inseridos no mundo do trabalho assim que começavam a andar: aprendiam a manter as ferramentas prontas para uso, a plantar, a colher e a cuidar dos animais domésticos, preparando-se, desta forma, para a tarefa de ampliar os domíniosconquistados pelos antepassados. Irineu passou por inúmeras situações, até chegar ao Rio de Janeiro, capital do império, em 1822, com seu tio que era da Marinha Mercante. Era um cenário novo, pois com a saída da família real, e com a independência do Brasil, o Rio de Janeiro já não era mais o mesmo. As mudanças eram latentes. O comércio no Rio crescia e o Brasil tomava uma nova forma sobre a tutela...
tracking img