A importância de conhecer a estrutura linguística da libras para o educador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1763 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
A importância de conhecer a estrutura linguística da Libras, para o educador interagir com os alunos portadores de deficiência auditiva/ surdez. O valor do interprete Libras/ Português, na sala de aula e, a integração professor/interprete/aluno. Além das questões de direitos: A Constituição Federal de 1988 e demais Leis que garantem Educação de qualidade a todos, incluindo pessoas comqualquer tipo de deficiência. E o dever do Estado de fomentar –dar condições- para que “todos” tenham acesso à escola pública e gratuita. O surdo deve ir à escola para aprender e, não somente, para socialização com outros indivíduos; daí, a importância, não só dos professores, conhecerem a Linguagem Brasileira de Sinais – LIBRAS, mas de todos os Educadores envolvidos no processo educacional,incluindo a família.

Palavras-chave: Surdez; Libras; Educador.

1 INTRODUÇÃO

Fala-se muito na inclusão de pessoas com deficiência na escola comum; são chamadas “escolas comuns”, as escolas frequentadas por indivíduos considerados “normais”. Com a formulação de políticas públicas voltadas à população que sofrem de algum tipo de deficiência, esses indivíduos, que até então, não tinham acesso asescolas comuns, começam a serem aceito nessas instituições de ensino. Porém, faltou alguma coisa; os professores não foram preparados para receberem os novos alunos.

Neste texto estudaremos somente a deficiência auditiva/surdez. De acordo com o censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, em 2000, existem no país 519.460 surdos de até 17 anos de idade, e256.884 entre 18 e 24 anos. Desse total apenas 56.024 estão matriculados no sistema escolar, ou seja, quase 93% estão fora da escola.

Veja que o desafio é enorme, se só temos 7% dos indivíduos com problemas auditivos, nas escolas, e os professores já passam por dificuldades, imagine quando tivermos 100%.

Perceba, que não resta dúvida da importância do professor conhecer a estrutura linguísticada LIBRAS. O Decreto n° 5.626 de 22 de Dezembro de 2005, que regulamenta a Lei- 10.436 de 24 de Abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais-LIBRAS, e o artigo 18 da Lei-10.098 de 19/12/2000.

Art. 3° A Libra deve ser inserida como disciplina obrigatória nos cursos de formação de professores para o exercício do magistério, em nível médio e superior, e nos cursos deFonoaudiologia, de instituições de ensino, públicas e privadas, do sistema federal de ensino e dos sistemas de ensino dos Estados do Distrito Federal e dos Municípios. (RAFAELI; SILVEIRA, 2009, P.20).

Entretanto, de nada adianta o professor saber Libras, se o aluno não souber. Primeiro passo, portanto, deve ser disseminar a linguagem de sinais – Libras, entre as crianças com deficiência auditiva. Ospequenos, surdos, devem ser alfabetizados em Libras, para depois o professor (a) ensinar a segunda Língua – Português, e, consequentemente as demais disciplinas.

Segundo a Pedagoga Débora Kober, “Primeiro, a criança surda deve passar por um processo de construção de pleno acesso a Libras, para ter toda informação do aspecto visual da Língua escrita e, só depois que a conhece, estará apta a iniciar umprocesso de inclusão”. (www.libras.ufsc.br). Até porque há alunos que também desconhecem a Libras, então não adiantaria nada o professor fazer a tradução para tal linguagem.

Ao longo deste texto estaremos discorrendo sobre as leis e teóricos que falam sobre a Linguagem Brasileira de Sinais e, da importância dos educadores terem o domínio, conhecimento da estrutura linguística da Libras.

2LÍNGUA PORTUGUESA E LIBRAS

A Língua Portuguesa é, para os brasileiros ouvintes, a Língua Materna, através dela nos comunicamos, expressamos nossos sentimentos, escrevemos e lemos. Sendo ouvintes, não temos dificuldades em interagir com os demais falantes da Língua. Porém, os indivíduos com deficiência auditiva – surdez, não conseguem ouvir os sons. Logo, não conhecem a diferença fonética, ou...
tracking img