A importância da música no desenvolvimento infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1115 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Importância da música no desenvolvimento infantil

Introdução

Quando o assunto é música, dificilmente alguém fica insensível a ela. Mesmo que não tenha aptidão para cantar, dançar, tocar, pelo menos gosta de ouvir. A música trás bem estar, tranqüilidade e desenvolve a sensibilização.
Desde muito cedo, a música tem grande importância na vida de uma criança. É um recursomuito importante, que ajuda o desenvolvimento. Ela faz parte da história de toda criança. Até antes de nascer, a música tem para o bem estar do bebê, desde quando ele ainda esta sendo gerado. Na escola, ajudam inclusive na sua socialização.
O presente trabalho pretende discutir a relação da criança com a música, entendida como prática e vivência, e o desenvolvimento da criança.

Oque é música?

Existem várias definições para definir música: combinar sons e silêncio, arte de combinar sons, até que não tem significado nenhum. Enfim, para que não definamos que qualquer barulho seja considerado música, partiremos do pressuposto que ela manifesta com certeza idéias e emoções. Por isso que mexe tanto com os sentimentos do ser humano.
Para a criança, a música traz satisfação ealegria. A partir disso, fica mais fácil o desenvolvimento do seu raciocínio, criatividade, entre outros dons e aptidões.

Musicalidade e Musicalização

Musicalidade é quando alguém já nasce inclinado para música. É o que muitos chamam de dom. Quanto maior a musicalidade, mais fácil será seu desenvolvimento musical. Musicalização é um processo cognitivo e sensorial queenvolve o contato com o mundo sonoro e a percepção rítmica, melódica e harmônica. Ela pode ocorrer por intuição ou estimulada por alguém. Estimulada pela vivência musical, já começa do lar, com músicas colocadas pelos seus pais, por exemplo. Depois de passar por esse processo de sensibilização musical, ai sim a criança pode ser introduzida ao aprendizado de algum instrumento. Em momento algum antesdisso. Os dois processos, mesmo diferentes em sua aplicação, se completam. A música deve ser estimulada sempre, mas quanto maior for a sensibilidade da criança para o som, mais ela descobrirá a suas qualidades. Para Gardner (1993), a inteligência musical está relacionada à capacidade de organização de sons de forma criativa e também a discriminação dos elementos constituintes daMúsica. Pessoas assim não precisam aprender isso formalmente para colocar em prática. Ou seja, não é a aplicação da teoria, mas sim a potencialidade para com a música.

Desenvolvimento infantil

A música auxilia em várias áreas do desenvolvimento infantil. Ainda no ventre da mãe, o bebê já responde a estímulos sonoros. Esses sons que estimulam, como cantar acariciando a barriga ou estarem um ambiente com música em si são tão importantes para o cérebro como as conversas que a mãe tem com o filho.
No que diz a respeito de desenvolvimento social, usaremos como exemplo as cantigas de roda. Mesmo hoje não serem mais a brincadeira da maioria das crianças, elas são retrato de toda a simplicidade uma canção, de uma melodia, de uma cultura. São passadas de geração para geração,tratam de diversos temas como amores, escolhas, perdas, tristezas e de uma forma acabam preparando a criança pelo o que vem pela frente. Para Michahelles, brincando de roda que a criança exercita naturalmente o seu corpo, desenvolve o raciocínio e a memória, estimula o gosto pelo canto. É na brincadeira que a criança tem mais facilidade de interação e expressão corporal. Faz parte dos seus esforçosde compreender o mundo, e que a torna capaz de lidar com problemas até complexos e que muitas vezes tem dificuldade de compreender.

Música e aprendizagem

Para a criança, a música faz parte da brincadeira, e brincadeira pra ela é algo muito prazeroso.
Na sala de aula, a música é um jeito agradável de desenvolver alguns aspectos da criança. Ela estimula a absorção de...
tracking img