A importância da literatura na leitura da criança

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1786 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNASP
UNIVERSIDADE ADVENTISTA DE SÃO PAULO

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA NA LEITURA
DA CRIANÇA

ATAÍCE BORGES DOARTE
RENATA ROCHA DOS SANTOS

HORTOLANDIA
2008
Pretende-se enfatizar A Influencia Da Literatura Infantil Na Leitura Da Criança, onde buscar-se-á a necessidade do educador conhecer seus alunos, seu nível de desenvolvimento, bem como deve ter conhecimento dos aspectos que devemser analisados ao escolher uma obra para ser trabalhada em sala de aula, procura-se evidenciar que o professor deve ter objetivos já traçados para desenvolver seu trabalho com determinado grupo de aluno para que a literatura infantil não venha a ser uma mera cotação de história que nada venha a acrescentar ao aprendizado do educando, tudo baseado nas literaturas de Abramovich (1997) e Góes(1991).
Evidenciar que a literatura deve ser vista como um meio riquíssimo de desenvolver no educando a sua capacidade criativa, a sua oralidade, sua capacidade de criar, inventar e recontar histórias a ele contadas ao longo das aulas.
Tendo em vista que embora se reconheça a importância da literatura infantil no desenvolvimento da criança no cotidiano da educação infantil, falta aos educadoresconhecimentos suficientes para desenvolver este trabalho, na perspectiva de evidenciar a influencia da literatura infantil na leitura da criança.
Levar o educando a desenvolver sua capacidade de interpretação através de gravuras e através de pequenos textos, e evidenciar os aspectos relevantes na avaliação de uma obra de literatura infantil, bem como contextualizar uma obra literária na educaçãoinfantil.
No processo de desenvolvimento pelo qual vem passando a humanidade e cada sujeito em particular, pode-se perceber que a literatura esteve e está presente no cotidiano dos indivíduos, muito antes da leitura e da escrita nas cantigas de ninar, nos brinquedos de roda, no ouvir histórias, fornecendo, no dizer de Cecília Meireles “a verdadeira nutrição de que o espírito necessita”.
A literaturatem o poder de constituir-se, para a criança em “elo lúdico” entre o mundo do imaginário, dos símbolos subjetivos, e o mundo da escrita, dos signos convencionalizados e impostos pela cultura.
Entretanto, para que a literatura possa ser “presença” na vida de uma criança, acredita-
se que juntamente com os exemplos e estímulos familiares, a maneira como a escola “vive” e “convive” com os textosliterários, tem um papel fundamental, a partir da formação do professor de educação infantil que, necessariamente deve apresentar uma sensibilidade a esta forma de expressão, que leve não apenas a “passá-la” às crianças, mas, a “vivê-la” com as crianças. Fazendo as aulas de leituras de adulto, ao mesmo tempo que penetra nas sutilezas e nas emoções da obra literária, mesmo aquelas produzidas para umpúblico infantil, estará o professor se capacitando para transmitir essa emoções aos seus alunos. Quando isto ocorre em uma classe pré-escolar, o momento de ouvir ou inventar histórias representa o clímax das atividades pedagógicas, tornando-se realmente o momento mágico esperado por todos e de inigualável valor educativo.
Para isso há condições que facilitam a motivação da criança como aseleção adequada de obras literárias para crianças pré-escolares, a forma de se apresentar o texto literário às crianças e o estimulo à recreação e à expressão literária infantil.
Segundo Cunha (2003, p.23) a Literatura, no Brasil
“a literatura infantil tem inicio com obras pedagógicas e sobretudo adaptadas de produções portuguesas, demonstrando a dependência típica das colônias sendo essa faseembrionária da literatura infantil brasileira representada em especial por Carlos Jalnes ( Contos seletos das mil e uma noites, Robinson Crusoé, As viagens de Guilliver a terras desconhecidas), Coelho Neto e Olavo Bilac (Contos pátrios) e Tales de Andrade ( saudade)”

Embora estes autores tenham sido importantes no desabrochar da literatura infantil no Brasil é com Monteiro Lobato, que segundo Cunha...
tracking img