A historiografia brasileira da literatura inglesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 221 (55054 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Luiz Eduardo Meneses de Oliveira







A HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA DA LITERATURA INGLESA:
uma história do ensino de inglês no Brasil (1809-1951)






Dissertação apresentada ao curso de Teoria
Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas como requisito parcial paraobtenção do título de Mestre em Teoria Literária.
Orientadora: Prof.ª Dr.ª Marisa Philbert Lajolo





Unicamp
Instituto de Estudos da Linguagem
1999



















FICHA CATALOGRÁFICA ELABORADA PELA BIBLIOTECA IEL - UNICAMP


OL4h

Oliveira, Luiz Eduardo Meneses de
A historiografia brasileira da literatura inglesa: umahistória do ensino de inglês no Brasil (1809-1951) / Luiz Eduardo Meneses de Oliveira. – Campinas, SP: [s.n.], 1999.

Orientador: Marisa Lajolo
Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem.

1. Literatura – história e crítica. 2. Literatura Inglesa – história e crítica. 3. Língua Inglesa – estudo e ensino. 4. Educação – Brasil –história – 1809-1951. I. Lajolo, Marisa. II. Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagem. II. Título.















Não é pequeno o serviço de ajuntar o disperso, abreviar o longo, e afastar o seleto.


MACEDO – Eva e Ave*











Esta dissertação é dedicada aminha tia, também professora, Avani Andrade Almeida, sem a qual não teria sido possível a sua realização.












AGRADECIMENTOS



Primeiramente, gostaria de agradecer a todos os meus professores de literatura do curso de Letras da Universidade Federal de Sergipe, durante o período em que estudei na referida instituição: Socorro de Maria Rufino Oliveira (PortuguêsBásico, Teoria da Literatura II e Literatura Brasileira II); Maria Matildes dos Santos (Teoria da Literatura I e Literatura Brasileira I), Rina Azariah B. Nunes (Literatura Inglesa I e II), Clodoaldo de Alencar Filho (Literatura Norte-Americana I e II), Maria Giovanni dos Santos Mendonça (Literatura Portuguesa I e II), Antonio Carlos Mangueira Viana (Literatura Brasileira V), José Costa Almeida(Literatura Brasileira IV) e Francisco José Costa Dantas (Literatura Brasileira III).
À professora Socorro de Maria Rufino Oliveira, especialmente, minha principal interlocutora sobre assuntos literários nos meus tempos de estudante.
Ao professor José Costa Almeida, especialmente, por ter me incentivado a prestar o concurso para a cadeira de Literatura Inglesa da Universidade Federal de Sergipe,em 1994.
À professora Maria Lúcia Dal Farra (Letras-UFS), por ter sido a primeira leitora-orientadora do meu projeto de pesquisa, idéia inicial da presente dissertação.
Ao Professor Antonio Ponciano Bezerra (Letras-UFS), por ter me incentivado a fazer o curso de mestrado da Unicamp.
Aos meus professores de literatura do curso de mestrado da Unicamp: Marisa Lajolo (Problemas de HistóriaLiterária), Alcides Villaça (Crítica I), Vilma Sant’Anna Arêas (Movimento Literário I), Maria Eugênia da Gama Alves Boaventura Dias (Seminários de Pesquisa I) e Paulo Elias Allane Franchetti (Movimento Literário II).
Ao Professor Francisco José Alves dos Santos (História-UFS), pelas preciosas dicas a respeito das normas acadêmicas.
À bibliotecária-chefe da Biblioteca Municipal Mário de Andrade(São Paulo) Muriel Scott, por ter me auxiliado em minha pesquisa no acervo de obras raras da referida instituição.
Ao professor Carlos Daghlian (Letras-Unesp-São José do Rio Preto), presidente da ABRAPUI (Associação Brasileira dos Professores Universitários de Inglês), por ter me incentivado a participar do Senapulli (Seminário Nacional dos Professores Universitários de Literaturas de Língua...
tracking img