A historia do papel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1-Histórico



A palavra papel era originária do latim “papyrus”,é um conjunto de origem vegetal obtido a partir da justaposição artificial de fibras celulósicas, que são unidas tanto fisicamente quanto quimicamente.

Antes da criação do papel, os materiais mais utilizados para a escrita foram: pedra, madeira, placas de barro, cânhamo, capim, palha, papiro e o pergaminhofeito com pele de animais.

A utilização do papel como suporte para a escrita ocorreu inicialmente na China, no ano 105 d.C.por Ts’Ai Lun ele criou o primeiro processo autentico da fabricação de papel,utilizou fragmentos em uma tina com água, casca de amoreira,pedaços de bambu,rami,redes de pescar, roupas usadas e cal para ajudar no desfibrilamento.



Os chineses mantiverampor muitos séculos o segredo de sua fabricação, e a expansão do papel para o ocidente começou apenas no ano de 751, quando os árabes tomaram conhecimento dessa invenção e aprisionaram os chineses que tinham trabalhado na fabricação de papel. O método de fabricação aperfeiçoado pelos árabes foi introduzido na Europa no 12º século, primeiramente na Espanha, França e na Alemanha.

Afabricação do papel até fins do século XVIII era essencialmente manual, a primeira máquina de papel surgiu em 1798 na França. No Brasil, a produção industrial do papel foi introduzida pelos portugueses no ano de 1890.







2-Matéria-Prima

Antes da utilização da celulose em 1840, por um alemão chamado Keller, outros materiais como o algodão, o linho e o cânhamo eram utilizados na confecção dopapel.
As fibras para sua fabricação requerem algumas propriedades especiais, como alto conteúdo de celulose, baixo custo e fácil obtenção razões pelas quais as mais usadas são as vegetais.

O material mais usado é a polpa de madeira de árvores, principalmente pinheiros (pelo preço e resistência devido ao maior comprimento da fibra) e eucaliptos (pelo crescimento acelerado da árvore). O eucaliptoé altamente resistente a doenças, possui troncos retos e ramos curtos e pode ser selecionado para produzir fibras de características distintas.


Atualmente, os papéis feitos de fibras de algodão são usados em trabalhos de restauração, de arte e artes gráficas, tais como, o desenho e a gravura que exigem um suporte de alta qualidade.
As florestas são locais onde é plantadas espécies maisapropriadas para a o tipo de celulose ou papel a ser produzido, nos últimos 20 anos, as indústrias papeleiras usam áreas reflorestadas e tem seu próprio viveiro, onde fazem melhorias na espécie cultivada, fazendo a clonagem das plantas com as melhores características
O mundo evoluiu muito desde a invenção do papel. O século XX introduziu práticas de manejo florestal, a utilização da celulose comomatéria-prima teve notáveis avanços. Que garantem a sustentabilidade do fornecimento.

3-Produção
[pic]



Preparo dos cavacos, cozimento da madeira e evaporação
O primeiro passo para a produção do papel é o preparo dos cavacos, ou seja, descascar a madeira e cortá-la em pequenos pedaços, através do picador. Após este processo, é feita a classificação granilométrica por peneiras vibratórias, acapacidade é de 2,4 mil ésteres de madeira por dia.

Também é neste setor que a caldeira de biomassa é abastecida com cavacos, serragem e cascas que são queimados para gerar vapor e energia.

O cozimento da madeira acontece num vaso de pressão denominado Digestor Esco, o processo ocorre durante quatro horas ininterruptas, tempo necessário para extrair a lignina da celulose, matéria-prima paraa obtenção de papel. Após o cozimento, a celulose é lavada e depurada, a produção chega a 165 toneladas por dia.

A evaporação consiste em concentrar o licor do sistema de lavagem da polpa celulósica até o nível desejado para queima de sólidos na caldeira de recuperação. Queima-se o licor preto concentrado e gera o vapor, desta forma, não há poluição ao meio-ambiente e os resíduos...
tracking img