a historia das politicas sociais

 ______________________________________________________________________*Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas; Especialista emServiço Social em Oncologia pelo Instituto deCâncer/RJ e Mestranda em ServiçoSocial pela UFAL.1
O MOVIMENTO DE RECONCEITUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL E OPROCESSO DE RENOVAÇÃO CRÍTICA DA PROFISSÃO A PARTIR DADÉCADA DE 1980 NO BRASIL.
VALÉRIA COELHODE OMENA*
INTRODUÇÃO
 
O Serviço Social é uma profissão cujo processo de construção nãoaconteceu de forma contínua e linear, da sua gênese à sua trajetória sócio-histórico,possuem característicascomplexas, que nem sempre são apreendida e compreendidapela sociedade e até mesmo dentro da própria categoria há apreensões divergentesquanto ao seu processo de transformação e atuaçãoprofissional.Neste texto pretendemos apreender como uma profissão que surge noseio da Igreja Católica, que teve sua base teórica os conceitos morais, confessional doNeotomismo, em meio a uma conjuntura sócio-históricae contexto institucional, temhoje em sua fundamentação teórica e prática o método dialético de Karl MarxPara entender todo esse processo de renovação crítica do ServiçoSocial se faz necessáriopontuarmos a denuncia do conservadorismo profissional,iniciada ainda na década de 1960 e desenvolvida nas décadas de 1970 a 1980, sob ainfluencia do Movimento de Reconceituação do Serviço Social LatinoAmericano,contextualizando a conjuntura histórica da época no mundo e principalmente naAmérica latina.
DESENVOLVIMENTO1.1 O CONSERVADORISMO PROFISSIONAL
  ______________________________________________________________________*Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas; Especialista emServiço Social em Oncologia pelo Instituto de Câncer/RJ e Mestranda em ServiçoSocial pelaUFAL.2O Serviço Social tem em sua gênese, na sociedade capitalistamonopolista, mediante as necessidades da divisão sócio-técnica do trabalho, marcadopor um conjunto de variáveis que vão desde a...
tracking img