A historia da agricultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A HISTÓRIA DA AGRICULTURA
Até meados do séc.XIX a teoria dominante propunha que o húmus era o nutrimento das plantas superiores. Pouco antes, vários investigadores, entre eles Liebig, provaram que alguns elementos minerais eram imprescindíveis para o desenvolvimento das plantas.
A agricultura era uma prática conhecida pelos nativos, que cultivavam a mandioca, o amendoim, o tabaco, abatata-doce e o milho, além de realizarem o extrativismo vegetal em diversos outros cultivares da flora local, como o babaçu ou o pequi, quer para alimentação quer para subprodutos como a palha ou a madeira, e ainda de frutas nativas como a jabuticaba, o caju, cajá, goiaba e muitas outras.
PRINCIPAIS OBJECTIVOS DA AGRICULTURA
Produzir alimentos de alta qualidade em suficiente quantidade;Promover o correto uso da água e a gestão racional dos recursos hídricos e da vida neles existente;
Contribuir para a conservação do solo e da água;
Trabalhar na medida do possível, com materiais e substâncias que possam ser reutilizadas ou recicladas, tanto na exploração agrícola como fora dela;
Minimizar todas as formas de poluição que possam resultar de práticasagrícolas;
Permitir aos agricultores uma melhor valorização das suas produções e uma dignificação da sua profissão;
IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA
A agricultura permite a existência de aglomerados humanos com muito maior densidade populacional que os que podem ser suportados pela caça e coleta. Houve uma transição gradual na qual a economia de caça e coleta coexistiu com a economia agrícola:algumas culturas eram deliberadamente plantadas e outros alimentos eram obtidos da natureza.
A importância da prática da agricultura na história do homem é tanto elogiada como criticada: enquanto alguns consideram que foi o passo decisivo para o desenvolvimento humano, críticos afirmam que foi o maior erro na história da raça humana.
Além de alimentos para uso dos seres humanos e deseus animais de estimação, a agricultura produz mercadorias tão diferentes como flores e plantas ornamentais, fertilizantes orgânicos, produtos químicos industriais (látex e etanol), fibras (algodão, linho e cânhamo), combustíveis (madeira para lenha, etanol, metanol, biodiesel).
A eletricidade pode ser gerada de gás metano a partir de resíduos vegetais processados em biodigestor ou daqueima de madeira especialmente produzida para produção de biomassa (através do cultivo de árvores que crescem rapidamente, como por exemplo, algumas espécies de eucaliptos).
Do ponto de vista técnico e científico, a evolução da agricultura é dividido em três etapas principais: antiga, moderna e contemporânea.
HISTÓRICO DA AGRONOMIA
Ciência agronômica surgiu no Brasil, na segundametade do século XIX, resultante da gradativa extinção da escravidão, do declínio da cana-de-açúcar no nordeste e da pecuária no sul. A aristocracia agrária em processo de decadência, no nordeste devido ao deslocamento do eixo econômico do país para o sudeste, com a lavoura do café, pressionava continuamente o governo imperial, na busca de uma solução para o problema de mão-de-obra, comércio ecompetitividade de seus produtos agrícolas.
Após o surgimento da Agronomia, o sistema de produção agrícola, passou a receber incrementos crescentes de recursos externos. A posse do saber agrícola, historicamente acumulado no homem do campo, foi gradativamente deslocada para os meios intelectuais e incorporada na tecnologia, na condição de propriedade do capital, aprofundando a divisão entre aconcepção e a execução do processo produtivo, restando para o homem do campo o trabalho braçal.
Na década de sessenta, a agricultura brasileira começou a sofrer uma acentuada transformação tecnológica, orientada por um processo de internacionalização baseada em pacotes tecnológicos, gerados a partir da Revolução Verde e difundidos mundialmente pelo capital multinacional. O novo modelo...
tracking img