A grande epidemia mundial : o crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2500 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

RESUMO .....................................................................................................................3

INTRODUÇÃO ............................................................................................................4

1 A EXCLUSÃO GERA A VULNERABILIDADE ........................................................5
2 O CRACK E A SUA FORMA DEAGIR....................................................................6
2.1 EFEITOS FISIOLÓGICOS.....................................................................................6
2.2 EFEITOS PSICOLÓGICOS....................................................................................8
3 O CRACK CAUSADOR DE VIOLÊNCIA OU VIOLENTADOS................................9
4 CHANCES DE RECUPERAÇÃO UM SINALDE ESPERANÇA............................10

CONCLUSÃO ...........................................................................................................11


REFERÊNCIAS..........................................................................................................12


resumo

Mais forte do que a maconha e a cocaína, o crack destrói vidas, estimula adesagregação familiar e aumenta a criminalidade. A droga que teve destaque no Brasil há pouco mais de 20 anos, conseguiu se estabilizar e fez de nosso país um refém em seu lastro de destruição.





introdução

Com este trabalho poderemos verificar por um contexto histórico como a urbanização brasileira, a politica local e a nossa cultura estimulou o desenvolvimento da dependência do crack,pois estipulamos em nosso país uma classe de excluídos entre os excluídos deixando assim essas pessoas à margem de todas as vulnerabilidades possíveis.
O crack já é consumido em 98 % dos municípios brasileiros, com um poder enorme o crack vem dominando não só as grandes metrópoles mais o país inteiro, assim como o mundo, o crack possui um poder avassalador para desestruturar a personalidade,agindo em um prazo muito curto e criando uma enorme dependência psicológica e física, devida a força dessa droga muitos foram seduzidos sem distinção de classes sociais seus usuários começam na população de rua e chegam às grandes elites.
Existem números alarmantes que mostra o quanto essa população de dependente vem sendo executada, o usuário de droga corre um risco oito vezes maior demorte do que a população em geral, esses usuários em sua maioria também são jovens o que mostra um risco de desestruturação na nossa sociedade muito grande.
Com isso fica claro que essa dependência não é um problema apenas dos usuários ou de suas famílias tão pouco se estende apenas ao governo, mais é sim um problema de Saúde Publica de toda a sociedade.

















1A EXCLUSÃO GERA A VULNERABILIDADE



Podemos afirmar que o Brasil é hoje um país urbanizado, com a saída das pessoas do campo em direção as cidades o índice de população urbana vem aumentando cada vez mais, com a modernização do campo assiste-se uma expulsão dos pobres, que buscam uma saída nas cidades, que esta passando por uma modernização e no setor terciário exige se qualificação,as indústrias precisam cada vez menos de mãos de obra, com isso a modernização brasileira vem caminhando lado a lado com o aumento da pobreza. Os moradores das periferias e das favelas tem acesso a serviços básicos como educação, saúde e saneamento precários, e quando não se oferece oportunidades multiplica se a pobreza.
Essa urbanização erronia aconteceu em todo o Brasil, começando lá noRio de Janeiro, o destino da Coroa portuguesa era a capital da colônia, o Rio de Janeiro, onde D. João e sua comitiva desembarcaram em oito de março de 1808 e onde foi instalada a sede do governo.  A transferência da corte portuguesa para o Rio de Janeiro provocou uma grande transformação na cidade.
No inicio do século XX o Rio de Janeiro passava por grandes dificuldades, decorrentes em...
tracking img