A fera

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3826 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Nesse trabalho mostrará as ligações químicas interatômicas, que compõe três grupos de substâncias, as iônicas, as moleculares e as metálicas. Também mostrará sobre a geometria molecular e ligações químicas intermoleculares.

LIGAÇÕES QUÍMICAS INTERATÔMICAS

Os três tipos de ligação química interatômica
Existem três importantes grupos de substâncias – as iônicas, asmoleculares e as metálicas.
Substâncias iônicas – substâncias que conduzem a corrente elétrica no estado líquido, mas não no sólido. Inclui cloreto de lítio, brometo de potássio, cloreto de cálcio, cloreto de sódio, oxido de alumínio e oxido de magnésio.
Substâncias moleculares – substâncias que não conduzem corrente elétrica no estado sólido nem no liquido; também se destacam por apresentar pontos defusão significativamente mais baixos que as substâncias dos outros dois grupos. Inclui etanol, cloro, água, naftaleno, iodo, glicose.
Substâncias metálicas – substâncias que conduzem corrente elétrica tanto no estado solido quanto no liquido; quanto aos pontos de fusão, essas substâncias são razoavelmente comparáveis às do primeiro grupo. Inclui alumínio, prata, ouro, cobre, ferro e platina.
A uniãoentre átomos é denominada ligação química interatômica. Ela pode ser de três tipos: iônica, covalente e metálica.
Iônicas, os átomos se unem por ligação iônica;
Moleculares, os átomos se unem por ligação covalente;
Metálicas, os átomos se unem por ligação metálica.

OS GASES NOBRES E A REGRA DO OCTETO
Gases nobres: modelo de estabilidade
Todas as substâncias químicas são formadas porátomos de elementos químicos. Os cientistas observaram que a imensa maioria das substâncias conhecidas é formada por átomos combinados, unidos. Às vezes são átomos de um único elemento, às vezes de dois ou mais elementos.
Dos milhões de substâncias conhecidas, sabe-se de apenas seis nas quais existem átomos não unidos a outros átomos.
Até hoje não foi descoberta sequer uma substância natural naqual átomos de gases nobres estejam combinados entre si ou com átomos de outros elementos.
Apenas os gases nobres (He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn), nas condições ambientes, apresentam átomos estáveis isolados, isto é, não unidos a outros átomos.

A regra do octeto
Distribuição eletrônica dos gases nobres
Gás nobre K L M N O P
Hélio 2
Neônio 2 8
Argônio 2 8 8Criptônio 2 8 18 8
Xenônio 2 8 18 18 8
Radônio 2 8 18 32 18 8


William Kossel e Gilbert Newton Lewis propuseram, independentemente, no ano de 1916, uma regra para interpretar a ligação entre os átomos, que ficou conhecida como regra do octeto de elétrons.
Um átomo estará estável quando sus última camada possuir 8 elétrons (ou 2, no caso se trate da camada K). Os átomos não estáveisunem-se ens aos outros a fim de adquirir essa configuração de estabilidade.

LIGAÇÃO IÔNICA
Tendência dos elementos a perder ou a receber elétrons
A medida que percorremos um período da tabela periódica, da esquerda para a direita, aumenta a atração exercida pelo núcleo sobre os elétrons da camada de valência.
Os átomos dos elementos dos grupos, 1, 2 e 13 apresentam uma tendência acentuada aperder elétrons da camada de valência.
Sem os elétrons de valência, ultima camada eletrônica passa a ser a anterior, que satisfaz a regra do octeto. Assim, átomos de Na, sob determinadas condições, podem perder o elétron de valência, átomos de Mg podem perder os dois elétrons de valência e átomos de Aℓ podem perder os três.
Os átomos dos elementos dos grupos 15, 16 e 17 apresentam, de modogeral, tendência a receber elétrons para ficar com oito elétrons na ultima camada.
Assim, átomos de F e de Cℓ, sob determinadas condições, podem receber um elétron, átomos de O e S podem receber dois e átomos de N e P podem receber três.
Exemplos de metais:
Grupo 1: Na, K, Rb, atingem o octeto se houver, perda de 1e- , que origina, Na+, K+ e Rb+.
Grupo 2: Mg, Ca e Ba,...
tracking img